INTERNET

NETmundial dá primeiros passos rumo a novo modelo de governança da internet

Por Roberta Prescott* ... 30/06/2015 ... Convergência Digital

O Conselho de Coordenação da Iniciativa NETmundial (ou NMI, de NETmundial Initiative) se reuniu nesta terça-feira, 30/06, em São Paulo, para estabelecer mecanismos de trabalho e próximos passos. “Este é o início de um novo começo, estamos entrando em novo território”, disse professor Wolfgang Kleinwächter, embaixador Especial da Iniciativa NETmundial, em entrevista ao portal da Abranet. “Este encontro marca um próximo passo no melhor entendimento no espaço cibernético.” Tudo que foi feito até agora dentro da iniciativa foi um trabalho preparatório para definir termos de referência.

Entre os objetivos, as delegações devem decidir qual a plataforma será usada para receber os projetos de melhores práticas. A expectativa é que se opte pela evolução do modelo usado no evento NET Mundial, que ocorreu em São Paulo no ano passado e foi o pontapé para o desenvolvimento da NMI em âmbito global. A plataforma para cadastro de projetos e comentários está na versão beta.

Os projetos devem abranger estudos de casos e iniciativas que abordem o desenvolvimento da Internet, a construção de capacidade, a clarificação de problemas legais, entre outros temas. “A NMI não é evento, nem associação, nem showroom. É uma plataforma para apresentar resultados que ajudam a desenvolver a Internet, principalmente em países em desenvolvimento”, explicou o professor Hartmut Glaser, que também é secretário-executivo do CGI.br. Durante o encontro em São Paulo, o CGI vai tentar evangelizar o modelo multissetorial que o Brasil usa para outros países e também mostrar como reduziu os spams.

A importância da iniciativa decorre da evolução da Internet. “Com os atuais 4 bilhões de pessoas conectadas, problemas de políticas começaram a aparecer como, por exemplo, quem deve governar a Internet. Não deveria ser uma grande unidade ou governo, mas incluindo as múltiplas partes interessadas”, explicou Kleinwächter. Para ele, o advento da computação em nuvem e da Internet das Coisas impõe novas questões sobre privacidade, liberdade de expressão e segurança, que devem ser debatidas.  Além destes tópicos, Glaser acrescenta a necessidade de se debater a inclusão digital, por meio, entre outros, de linhas de equipamentos subsidiados.

* Com informações do Portal da Abranet


Índia multa Google em R$ 70 milhões por abuso de posição dominante

Comissão de Competição do país entendeu que o motor de buscas favorecia seus próprios sistemas comerciais nos resultados das pesquisas. 

CCJ do Senado aprova projeto que exige consentimento para grupos em redes sociais

PLS 347/16 prevê que aplicações como Facebook, Whatsapp ou Telegram precisam de anuência prévia dos usuários para a criação de novos grupos.

Senador quer cadeia para ‘fake news’, mas só as divulgadas na Internet

Projeto de lei de Ciro Nogueira (PP-PI) prevê reclusão de um a três anos se a notícia falsa for publicada na rede mundial. Se for na televisão ou em jornais impressos, a pena é menor e em regime aberto. TSE chama Google, Twitter e Facebook para conversar.

Pequenos provedores puxam mercado e banda larga fixa cresce 7,15% em 2017

Os ISPs responderam por mais de dois terços do crescimento no número de conexões e viram fatia de mercado passar de 10,9% para 14,6% no Serviço de Comunicação Multimídia. 

Metalúrgica reduz R$ 1 milhão/ano em consumo de água com Internet das Coisas

CBA (Companhia Brasileira de Alumínio) investiu em tecnologia para monitorar o consumo de água e reduziu o consumo de 3.146 para 52 metros cúbicos por mês.

Revista Abranet 23 . dez 2017 - jan/fev 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. E mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G