GOVERNO » Legislação

Planejamento x Anatel: rombo fiscal não permite troca de multas por investimentos

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/07/2017 ... Convergência Digital

Em audiência pública no Congresso Nacional, o Ministério do Planejamento indicou não haver interesse na troca de multas por investimentos, em contraponto direto à tentativa da Anatel de inserir a lógica dos TACs na Medida Provisória 780/17, que cria o Programa de Regularização de Débitos (PRD), um ‘Refis’ para dívidas não tributárias. 

“A Medida Provisória foi elaborada com esse espírito de aumento da receita do governo para reduzir o contingenciamento de despesa”, afirmou o secretário-adjunto da Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento, Júlio Alexandre Menezes da Silva. “Temos posição contrária a essa conversão em investimentos, porque ela pode gerar um risco muito grande para o objetivo inicial, que é arrecadar recursos, mas também gerar um risco estrutural maior ainda sobre o poder de polícia da regulação.”

Anatel e MCTIC chegaram a preparar uma minuta de MP com termos para a negociação de multas atrasadas por compromissos de investimentos, especialmente para operadoras de telecom em “fragilidade econômica”. O principal envolvido, o conselheiro Igor de Freitas, da Anatel, foi ele mesmo defender a ideia na comissão mista que analisa a MP. “A atratividade deste PRD em termos da arrecadação em curto prazo, se fosse combinada ainda que com uma conversão parcial de investimentos seria muito maior”. 

Ao repetir mais de uma vez que “somos contrários em converter parte dos investimentos”, o representante do Ministério do Planejamento atinge além da própria 780, ao enfraquecer as chances (se ainda havia alguma) de a Medida Provisória nos termos propostos pela Anatel e MCTIC realmente se materializar. 

O relator da MP, senador Wilder Morais (PP-GO) disse que vai analisar as questões levantadas e apresentar até 8/8 um relatório “que não atrapalhe o funcionamento das agências e que possa ajudar o governo a atingir as suas metas”. A votação na comissão deve se dar uma semana depois. 

* Com informações da Agência Senado


BNDES tem novo modelo de financiamento em infraestrutura

No lugar dos empréstimos-ponte, banco vai adotar “empréstimos sindicalizados”, ou seja, concedidos por um conjunto de bancos. Instituição torce para o interesse de bancos estrangeiros nesses negócios.

GovData marca início da gestão centralizada da TI no governo

Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações vai subsidiar e intermediar o acesso às informações guardadas por Serpro e Dataprev, em modelo de assinatura anual à plataforma. O ministério de Desenvolvimento Social e Agrário fez um piloto e o tempo de análise de dados, que era de 40 dias, caiu para um dia.

Governo terá plataforma única para cruzamento de dados no Poder Executivo

Planejamento chegou a proibir os órgãos federais de contratarem soluções de Big Data e Analytics para evitar dispersões.

Greve continua e não há data para lançamento do satélite da Telebras

Previsto para o dia 21 de março, o lançamento, agora, só deverá acontecer pelo menos 10 dias depois do fim da greve geral na Guiana Francesa. Governo diz que atraso não causa prejuízo aos projetos nem financeiro.

Gilberto Kassab sofre duas investigações oficiais por conta da Lava Jato

O jornal Estado de São Paulo divulgou a lista do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Foi determinada a abertura de inquérito contra contra nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes das duas Casas - Senado e Câmara.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G