Home - Convergência Digital

Apps de transporte: expansão está no interior e nos serviços de nicho

Convergência Digital* - 11/01/2018

Pouco mais de 10% da população do Brasil, perto de 20 milhões de brasileiros, usam, de fato, algum aplicativo de transporte/mobilidade, pontua o professor e coordendor do MBA em Marketing Digital da FGV, André Miceli, o que é um número muito aquém ainda do possível. "Podemos ter usuários como um país europeu mas, na prática, é uma pequena parcela da população brasileira. Como temos um sistema de transporte urbano fundamentalmente rodoviário, o potencial de expansão é muito grande", aponta André Miceli.

Para o especialista, a interiorização do uso dos aplicativos é um potencial de negócios. "Os jovens foram os primeiros a baixar, agora os pais já estão usando e novos usuários devem surgir. O mesmo acontece com as cidades, primeiro foram as capitais, agora as cidades menores devem receber os aplicativos", observa.

Com relação à regulamentação dos apps, Miceli acredita que as novas normas que entraram em vigor na cidade de São Paulo podem virar uma jurisprudência nas outras cidades. Ele alerta que esse processo pode desestimular a entrada de novos motoristas ou até a saída de alguns. "Com isso teremos menos oferta, logo os preços podem aumentar", acredita.

Agora, em um momento complicado para o setor em termos de regulação, cria-se para o professor da FGV um ambiente cada vez mais competitivo com a presença de outros grandes nomes como a Cabify. Para Miceli, a Uber parece diante de mais um desafio. "Pode ser que apareçam aplicativos específicos para certos nichos. Como o que só vai transportar mulheres, o de luxo e até mesmo os aplicativos de cooperativas de táxi", completa.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/08/2020
TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

05/08/2020
Infobip e GSMA para oferecer proteção à identidade digital

05/08/2020
Itaú abriu cerca de 1 milhão de contas pelo app no 1º semestre

03/08/2020
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

31/07/2020
Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

31/07/2020
Coronavírus SUS vai rastrear contatos de infectados com covid-19

28/07/2020
Covid-19 triplicou uso de serviços públicos digitais

22/07/2020
Samsung inicia fabricação de smartwatches em Manaus

20/07/2020
Serpro vai contratar empresa para análise de 45 aplicativos móveis

16/07/2020
Giro Pronampe quadruplicou demanda de TI do Itaú Unibanco Empresas

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site