Home - Convergência Digital

Apps de transporte: expansão está no interior e nos serviços de nicho

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 11/01/2018

Pouco mais de 10% da população do Brasil, perto de 20 milhões de brasileiros, usam, de fato, algum aplicativo de transporte/mobilidade, pontua o professor e coordendor do MBA em Marketing Digital da FGV, André Miceli, o que é um número muito aquém ainda do possível. "Podemos ter usuários como um país europeu mas, na prática, é uma pequena parcela da população brasileira. Como temos um sistema de transporte urbano fundamentalmente rodoviário, o potencial de expansão é muito grande", aponta André Miceli.

Para o especialista, a interiorização do uso dos aplicativos é um potencial de negócios. "Os jovens foram os primeiros a baixar, agora os pais já estão usando e novos usuários devem surgir. O mesmo acontece com as cidades, primeiro foram as capitais, agora as cidades menores devem receber os aplicativos", observa.

Com relação à regulamentação dos apps, Miceli acredita que as novas normas que entraram em vigor na cidade de São Paulo podem virar uma jurisprudência nas outras cidades. Ele alerta que esse processo pode desestimular a entrada de novos motoristas ou até a saída de alguns. "Com isso teremos menos oferta, logo os preços podem aumentar", acredita.

Agora, em um momento complicado para o setor em termos de regulação, cria-se para o professor da FGV um ambiente cada vez mais competitivo com a presença de outros grandes nomes como a Cabify. Para Miceli, a Uber parece diante de mais um desafio. "Pode ser que apareçam aplicativos específicos para certos nichos. Como o que só vai transportar mulheres, o de luxo e até mesmo os aplicativos de cooperativas de táxi", completa.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

14/06/2019
Governo faz consulta pública sobre unificação de aplicativos do gov.br

04/06/2019
Mais dois desenvolvedores de apps acusam Apple de conduta anticoncorrencial

27/05/2019
Uso de smartphones para pesquisar passagens aéreas cresce 130%

13/05/2019
Suprema Corte dos EUA processa Apple por monopólio na App Store

10/05/2019
Aplicativo da Previdência Social terá novos serviços

09/05/2019
Para STF, restrições e proibições a apps de transporte são inconstitucionais

26/04/2019
Uber teve prejuízo de 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre

12/04/2019
Uber diz ter 91 milhões de usuários no mundo

04/04/2019
Empresas recorrem ao STF contra "uber dos ônibus"

07/02/2019
Anatel terá app para comparação de preços, mas ele só fica pronto em 2020

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site