Convergência Digital - Home

Automatização de cloud: segurança e privacidade são entraves

Convergência Digital
Convergência Digital - 18/05/2018

O uso da plataforma de Cloud para automatizar aplicações legadas e operações de TI resulta em benefícios de negócios que superam o mero objetivo de aumento da receita e lucratividade. As Fast Movers têm conseguido realizar duas vezes mais implementações de códigos do que as Followers (as seguidoras). E uma camada ainda mais seleta das Fast Movers (5%) consegue realizar implementações de códigos continuamente, revela a edição 2017 da pesquisa Cloud Native Comes of Age (“Nuvem Nativa Chega à Idade Adulta”), da Capgemini.

O estudo aponta ainda que as empresas Fast Movers veem a automação na nuvem além de um exercício de redução de custos ou de eficiência. Algo como 75% delas têm tentado usar a automação na nuvem para levar a inovação aos seus modelos de negócios. Mais de oito em cada dez empresas relataram que a experiência dos clientes foi beneficiada com o investimento.

Com 70% dos executivos entrevistados identificando a falta de qualificação como um grande desafio, as empresas precisam ser capazes de realocar os talentos que dispõem em seus quadros de funcionários para funções com maior valor comercial. O uso de Cloud para automatizar aplicações legadas e operações de TI está facilitando essa tarefa, permitindo que engenheiros altamente qualificados tenham tempo para trabalhar em projetos com potencial de ampliar resultados: 59% das organizações Fast Movers puderam reinserir seus engenheiros em atividades de maior valor, tais como novos desenvolvimentos.

Outro avanço registrado é o da eliminação de tarefas monótonas, algo que tem sido uma prioridade para as Fast Movers, com 73% dos processos de testes de aplicações dessas organizações sendo, agora, automatizados - quase quatro vezes o percentual dos Followers. Com essa flexibilidade recém-descoberta, as corporações estão começando a fazer upgrades das competências de sua atual equipe de acordo com as estratégias de DevOps - beneficiando as práticas de gerenciamento.

Desafios da automação na nuvem

Apesar dos claros benefícios, algumas organizações estão evitando o uso plataforma de Cloud para automatizar operações legadas de TI por conta das reservas em relação à cibersegurança. Questões de segurança (27%) e privacidade de dados (19%) foram citadas pelos entrevistados como os obstáculos mais duros na transição para a automação dos processos de operações de TI, uma tendência observada tanto entre as Fast Movers como nas Followers.

Com o GDPR (General Data Protection Regulation, em tradução livre: Regulamento Europeu de Proteção aos Dados Pessoais) entrando em vigor no dia 25 deste mês, essa questão entrou em foco. Os líderes de TI passarão a enfrentar, agora, uma pressão considerável dos CEOs e diretorias para garantir que as iniciativas de tecnologia não criem novos riscos de violação de dados. No entanto, com os provedores da nuvem sendo cada vez mais diligentes e utilizando camadas de segurança como os processos de código, a mudança para a automação pode significar uma segurança mais rígida, não menos. baixar uma cópia do relatório clique aqui.

 

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.

Destaques
Destaques

Embratel une Open Stack à rede definida por software em serviços na nuvem

Nuvem pública especializada e feita sob demanda para os clientes empresariais é a estratégia da  operadora para avançar no segmento de cloud. "Não vamos concorrer com a nuvem pública, mas o nosso serviço é desenhado para atender ao negócio", diz o diretor-exeutivo da Embratel, Mario Rachid.

Apenas 16% das PMEs brasileiras usam capacidade de processamento em nuvem

O dado faz parte da pesquisa TIC Empresas 2017, que pela primeira vez, avaliou a adoção de serviços cloud pelas pequenas e médias empresas no País. O e-mail na nuvem é o serviço mais usado, com 27%.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Mão de obra é o "Calcanhar de Aquiles" da Inteligência Artificial

Por Eduardo Prado*

Em artigo exclusivo para o Convergência Digital, o consultor Eduardo Prado, mostra como os gigantes da tecnologia travam uma dura batalha para conseguir fidelizar os especialistas existentes. Ele também adverte: há uma busca desenfreada pela competência em IA.

A IA traz emoção e empatia às "máquinas"

Por Eduardo Prado*

Imagine se as tecnologias – assistentes virtuais (tipo Alexa da Amazon), veículos autônomos, aparelhos de televisão, frigoríficos conectados, telefones celulares – estivessem cientes das suas emoções? E se elas percebessem o seu comportamento não-verbal em tempo real?


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site