Home - Convergência Digital

BB adota protocolo 3DS 2.0 para transação de débito no celular

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 19/07/2019

Os clientes do Banco do Brasil com Ourocard nas funções débito e crédito poderão contar com ainda mais segurança nas compras online. Isso se deve à implementação do 3 DS 2.0 - um protocolo que amplia a segurança e oferece uma experiência de compra mais fluida nos meios digitais.

O Banco do Brasil é o primeiro emissor Visa na América Latina a realizar uma transação de débito utilizando recursos próprios de autenticação. O novo protocolo foi desenvolvido para todos os canais de compra online, seja na web ou pelo mobile. A solução permite a verificação de diversos dados de forma ágil e imperceptível, e aumenta as chances de que a compra seja autorizada.

“O passo que demos agora é essencial para oferecer uma experiência de compra mais segura e eficiente aos nossos clientes, e mais segurança aos estabelecimentos comerciais que atuam em e-commerce, aumentando a conversão de vendas. Mais uma vez somos pioneiros no desenvolvimento de soluções que melhoram a experiência de nossos clientes”, comenta Edson Costa, diretor de meios de pagamentos do BB.

A atualização do protocolo 3 DS 2.0 estabelece um fluxo de comunicação e troca de informações entre Visa, Banco do Brasil, credenciadores e estabelecimentos comerciais online para aprovação das transações com mais assertividade. Isso acontece porque a nova versão, facilita a verificação da identidade do portador do cartão, graças ao envio de 10x mais informações ao emissor no momento da transação, o que não era feito antes.

A Visa, parceira do BB na implementação e nos testes do 3 DS 2.0, acredita que em breve todos os estabelecimentos comerciais farão uso da solução de forma massiva, dada a relevância da implementação dessa tecnologia para os negócios, além de novos players da indústria, que também passarão a adotar a atualização do protocolo desenvolvido para oferecer mais segurança para as compras online.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/05/2020
90% dos acessos a bancos online são pelo celular

22/05/2020
Banco Central: os cartões de crédito e débito vão morrer no pós-Covid-19

26/03/2020
TIM fecha parceria com o C6 Bank para ofertar serviços financeiros

19/07/2019
BB adota protocolo 3DS 2.0 para transação de débito no celular

08/07/2019
Smartphone vira banco para os jovens no Brasil

01/04/2019
Samsung e Vivo lançam nova forma de pagamento de aplicativos

27/07/2018
Banco do Brasil permite envio de dinheiro via app para o exterior

11/06/2018
Correntista elege o celular como principal meio de relacionamento com os bancos

03/05/2018
Celular é o meio mais usado para as transações bancárias

28/09/2017
Banco Inter usa app para alcançar 1 milhão de usuários

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site