Convergência Digital - Home

Embratel: é hora de as empresas adotarem políticas de gestão de controle da nuvem

Convergência Digital
Por Fábio Barros e Carlos Afonso - 05/11/2019

Cloud Computing deixou de ser tendência para se tornar realidade no mercado brasileiro. Agora, fornecedores e usuários trabalham na consolidação de um ecossistema que garanta a entrega e, principalmente, o gerenciamento das soluções em nuvem. O diretor de Alianças Estratégicas da Embratel, Tomaz Oliveira, lembra que a computação em nuvem hoje é o ponto central da estratégia de crescimento de toda e qualquer empresa e pilar básico de qualquer processo de transformação digital.

“A transformação digital se apoia em três vértices: propósito, com todos querendo melhorar a experiência do cliente; assessment, com a busca da estrutura adequada para isso; e tecnologia, já que não há transformação sem ela. E aqui, o cloud é o pilar básico”, defende. O executivo lembra que a nuvem vem deixando de ser apenas uma camada de infraestrutura como serviço, assumindo a entrega de praticamente todos os aplicativos utilizados nas empresas. “É isso que tem levado aos modelos híbridos, porque as grandes empresas não vão abrir mão de suas estruturas legadas, mas também não podem abrir mão da agilidade e flexibilidade trazidas pela nuvem”, diz.

Oliveira acrescenta, no entanto, que a nuvem não é necessariamente um redutor de custo, principalmente quando se fala em ambientes híbridos ou multicloud, ou ambos. “Nesse contexto é muito fácil perder o controle de orçamento. Por isso é hora de as empresas adotarem políticas de gestão de controle”, afirma, lembrando que os ecossistemas de fornecedores vêm se consolidando com empresas capazes de auxiliar seus clientes em toda a jornada para nuvem. Assista à entrevista.


Destaques
Destaques

IDC: mercado de nuvem pública vai chegar a R$ 15 bilhões em 2020

Mercado de TI brasileiro vai crescer 5,8% impulsioando pelos negócios de clóud computing e pela aceleração do mercado de software. Nuvem privada tem a preferência das grandes empresas e fica com até 25% do orçamento destinado à TI.

BRK Ambiental, CTG Brasil e Via Varejo aderem à nuvem na jornada digital

Empresas implementaram a plataforma SAP S/4HANA para sustentar a estrastégia digital. Os negócios de cloud tiveram forte impacto na receita da SAP Brasil.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desafios às empresas: Contêineres, Orquestração e Microsserviços

Por Lenildo Morais*

Com o padrão “multi-edge edge computing”, o tráfego e os serviços de TI mudam de uma nuvem centralizada para micro-nuvens espalhadas o mais próximo possível dos usuários. As operadoras terão que oferecer serviços sob demanda, e mesmo em tempo real, para atender a todos os tipos de aplicativos.

Você já pensou no impacto que os seus dados geram no planeta?

Por Gustavo Loiola*

Hoje, são milhares de data centers espalhados pelo Planeta. É engraçado pensar nisso quando hoje falamos da tal da “nuvem" que armazena os nossos dados. Tiramos uma foto? Vai para a nuvem. Postamos no Instagram? Vai para a nuvem. Netflix, Spotify, Deezer? O streaming também está na nuvem.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site