Home - Convergência Digital

Brasil chega a 100 mil antenas de celular, mas precisa duplicar novas instalações

Convergência Digital - 02/07/2020

Com 5.612 novas antenas de celular instaladas nos últimos 12 meses, o Brasil superou a marca de 100 mil estações radio-base instaladas no país. Como se trata de quantidade semelhante a países bem menores territorialmente, o próprio mercado lamenta a dificuldade de expandir a rede de telefonia móvel.

“O número de antenas, apesar do avanço expressivo, ainda está muito aquém da necessidade de cobertura no país para promover uma maior inclusão digital”, afirma o presidente do Sinditelebrasil, Marcos Ferrari. “Instalar antenas no Brasil, mesmo tendo investimentos disponíveis para tal, não é tarefa fácil. Há no País mais de 300 leis municipais que dificultam e muitas vezes impedem a instalação dessa infraestrutura.”

A demanda avança em ritmo muitas vezes superior à liberação de novas instalações nas cidades. Segundo as operadoras, a cada minuto 33 novos chips de 4G são ativados no país. 

“Em grandes metrópoles brasileiras, existem mais de 4 mil pedidos de instalação de antenas apresentados pelas operadoras e aguardando licenciamento pelas prefeituras. Esses pedidos representam cerca de R$ 2 bilhões em investimentos. 

Caso os mais de 4 mil pedidos tivessem sido aprovados pelas prefeituras de grandes cidades, o ritmo de expansão seria praticamente o dobro. Mas uma série de legislações municipais antigas tem dificultado a expansão das redes”, insiste o Sinditelebrasil. 

Das antenas instaladas nos últimos 12 meses, o maior avanço se deu na tecnologia 4G, com a instalação das redes em 477 novos municípios, no período de 12 meses. As redes de 4G estão operando em 4.950 municípios, onde moram 97,3% da população brasileira. Foram ativados 17,3 milhões novos chips 4G em 12 meses, o que representa um crescimento de 12% no período entre maio de 2019 a abril de 2020. Ao todo, 157,2 milhões de chips 4G estão em operação.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/07/2020
Brasil chega a 100 mil antenas de celular, mas precisa duplicar novas instalações

18/09/2019
Luiz Alexandre Garcia assume a presidência da ConTIC

25/02/2019
Indústria e trabalhadores em telecom pressionam por mais antenas em São Paulo

22/05/2018
São Paulo prevê 5 mil novas ERBs em um ano com nova lei de antenas

30/01/2018
Painel Telebrasil acontece em maio e debate a transformação digital

05/12/2017
Confederação de teles e TI quer R$ 1 bilhão para Sistema S das TICs

05/12/2017
Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

05/12/2017
Celulares piratas: Teles dizem que bloqueio estimula mercado de segunda mão

22/09/2017
Governo: Internet das Coisas não acontecerá sem Telecomunicações no Brasil

22/09/2017
Lei trabalhista: terceirização da mão de obra segue como prática ilícita

Destaques
Destaques

Edital do 5G vai ao mercado com ou sem venda da Oi Móvel

"Não vou submeter um processo de política pública, como é o edital 5G, a uma fusão e aquisição", afirmou o presidente da Anatel, Leonardo de Morais.

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site