GOVERNO » Compras Governamentais

Ministério da Economia suspende novos contratos enquanto negocia com Serpro

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/09/2019 ... Convergência Digital

O Ministério da Economia republicou nesta quarta-feira, 04/9, a portaria 424, originalmente de 21/8, que suspende novas contratações de serviços na pasta no exercício de 2019 e determina reduções nas despesas com uma série deles. A começar pelo corte de 50% nos gastos com telefonia móvel e pela suspensão de novos contratos de TI. 

De pronto, a portaria do ministro Paulo Guedes freia a adesão da pasta em projetos de governo como a primeira nuvem pública, embora não dos demais órgãos fora do Ministério da Economia. Mas a leitura interna é de que o movimento é temporário, diretamente ligado à renegociação contratual com o Serviço Federal de Processamento de Dados, Serpro. 

A informação é que o Ministério da Economia resolveu antecipar uma negociação com a estatal de TI que abarque a nova configuração do órgão: ou seja, a unificação de contratos uma vez que o superministério abarcou atribuições dos ministérios da Fazenda, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, além do Trabalho. Fazenda, com a Receita Federal, e Planejamento, com os sistemas da administração federal, são os maiores clientes do Serpro.

Ou seja, a perspectiva das secretarias do ME é de que a partir dessa renegociação, contratos de TI especialmente possam ser retomados ainda no último trimestre. Cortes de despesas, o entanto, estão expressos na portaria, apontando para um corte de 50% até o fim deste ano em gastos com telefonia celular e de 5% em serviços terceirizados. Entre as metas, a TI é afetada com o corte estimado de 15% em serviços de consultoria. Segundo o Ministério, o objetivo dessas metas é reduzir gastos em R$ 366 milhões 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Serviços digitalizados evitaram 65 milhões de visitas a órgãos públicos

A conta é da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, que considera atos inteiramente online anteriormente realizados somente com presença física do requerente. 

Suspeita de fraude faz Caixa bloquear 1,3 milhão de CPFs no Auxílio Emergencial

Total de contas bloqueadas responde por cerca de 5% dos pedidos aprovados. Para reativar o benefício, o dono da conta bloqueada terá de ir pessoalmente a uma agência e provar a sua identidade.

ABES: Software cobra transparência do ministério da Economia

Para o presidente da Associação Brasileira de Empresas de Software, Rodolfo Fücher, o veto à prorrogação da desoneração da folha chega em um momento onde a inadimplência aumenta e da falta de crédito.País caiu para 10º no ranking mundial de software.

Bolsonaro surpreende e veta prorrogação da desoneração da folha

Ao sancionar a Lei 14.020/20, presidente descartou manter o benefício até o fim de 2021 para 17 setores, inclusive TI e cal center. “Dispositivos acabam por acarretar renúncia de receita”, anotou na mensagem de veto.

Governo segue com privatização de Serpro, Dataprev e Telebras para 2021

O secretário de desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, disse que não há mudança de planos do governo Bolsonaro, mesmo com o papel desempenhado pelas estatais de TI na pandemia, e está mantido o plano de vender 12 estatais no ano que vem.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G