Home - Convergência Digital

IDC: Empresas brasileiras fazem mais do que falam sobre Internet das Coisas

Convergência Digital - Carreira
Por Roberta Prescott - 06/02/2019

Ainda que à espera do Plano Nacional de Internet das Coisas - que deveria ter saído no final do ano passado - a expectativa é que o ecossistema de IoT movimente US$ 9 bilhões no Brasil, ou algo em torno de R$ 30 bilhões e cresça acima de 20% ao ano até 2022. Os números foram apresentados por Pietro Delai, gerente de consultoria e pesquisa da IDC, durante a apresentação para a imprensa do IDC Predictions Brazil, estudo realizado anualmente pela consultoria e que aponta as principais tendências para o ano.

"As empresas não usam o termo, mas estão fazendo mais que falando de internet das coisas", explicou Delai ao justificar as previsões. Segundo ele os projetos surgindo e muitos já em andamento no País, com destaque para o setor de agronegócio. Globalmente, o mercado de IoT deve atingir US$ 745 bilhões em 2019 e passar a marca de US$ 1 trilhão em 2022, impulsionado pelos setores de manufatura e consumo.

No Brasil, Delai ressaltou que MVNOs estão sendo criadas para atender à demanda de IoT, que há evolução rápida dos sistemas prediais (BMS, de building management system) para incorporar internet das coisas e com protocolos mais abertos e equipamentos mais integráveis. Segundo ainda a IDC, 44% dos gestores brasileiros de TI afirmam reconhecer pelo menos um projeto de IoT implementado.

"IoT está, efetivamente, acontecendo, mas muita gente ainda enxerga IoT como telecom, como conectividade, mas dá para fazer com cabo. Tem muito projeto que não depende de 3G ou 4G e, por outro lado, há projeto que não vai existir sem baixa latência e não virá antes do 5G", concluiu o gerente da IDC.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/09/2019
Anatel ajusta regras de IoT, mas tributo ainda é maior barreira

02/09/2019
Rede IoT da American Tower envia mais de 7 milhões de mensagens por dia

19/08/2019
Anatel faz audiência pública sobre redução de barreiras à IoT

16/08/2019
Agro 4.0 passa por recursos vindos da aprovação do PLC 79/16

14/08/2019
5G e Internet das Coisas são prioridades para os países do BRICS

08/08/2019
Varejo aposta em eletrônicos com inteligência artificial

05/08/2019
Brasil chega a 22,21 milhões de dispositivos IoT

02/08/2019
MCTIC vai aportar R$ 8 milhões em projetos para internet das coisas

01/08/2019
Anatel abre debate sobre regras para reduzir barreiras à internet das coisas

31/07/2019
Escassez de talentos e complexidade travam projetos de Internet das Coisas

Destaques
Destaques

América Latina tem menos de 20% de espectro disponível para novos serviços móveis

Mesmo o Brasil, que tem 609 MHz de espectro destinado aos serviços, fica bem abaixo dos 1960Mhz recomendados pela União Internacional das Telecomunicações (UIT) para 2020.

5G vai chegar a quase 60% da população em 2025

Tecnologia vai crescer muito mais rápido do que qualquer outra geração sem fio, revela estudo de megatências feito pela Huawei. O estudo também prevê que o volume anual de dados globais chegue a 180 ZB (1 ZB = 1 trilhão de GB).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site