Home - Convergência Digital

Code IoT oferece cursos online gratuitos sobre Internet das Coisas e linguagem scratch

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 01/07/2019

O scratch é uma linguagem de programação para criar animações e jogos em diferentes sistemas operacionais com o intuito de facilitar o aprendizado de conceitos matemáticos e computacionais, estimulando a criatividade e a resolução de problemas. A plataforma "Code IoT", iniciativa da Samsung em parceria com o LSI-TEC (Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico), disponibiliza esse e outros conteúdos online e gratuitos para professores e demais interessados em tecnologia.

O "Code IoT" está na terceira edição, com seis módulos de que vão desde Internet das Coisas (IoT) até o desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis. As inscrições podem ser feitas neste link. Ao final de todas as etapas será emitido para os participantes um certificado de conclusão de curso.

Romeu Afecto, professor da ETEC Albert Einstein, foi participante do Code Day e desenvolveu o plano de aula "Oficina de Scratch". O scratch é uma linguagem de programação de interface simples criada em 2007 pelo Media Lab do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que permite aos jovens criar animações interativas e jogos com criatividade e de modo colaborativo. O interesse dos alunos da ETEC pelo scratch foi tão grande que foram necessárias novas turmas.

A "Oficina de Scratch" incentiva a expressão, melhora o raciocínio e introduz aos alunos conceitos básicos de programação. "Fiquei impressionado com alguns projetos criados durante a oficina. O contato das pessoas com a tecnologia é cada vez maior, e isso torna necessário o desenvolvimento dessas habilidades", comenta o professor Romeu Afecto.

A proposta da iniciativa da Samsung é estimular a prática do ensino de tecnologia em sala de aula para incentivar o interesse de alunos e professores no desenvolvimento de projetos com esse tema. O "Code IoT" apresenta conceitos básicos para serem aplicados em diferentes áreas do ensino com o objetivo de facilitar a compreensão de disciplinas relacionadas à tecnologia.

A plataforma "Code IoT" oferece cursos sobre à Internet das Coisas; Aprendendo a Programar; Eletrônica: Conceitos e Componentes Básicos; Programação Física; Aplicativos para Dispositivos Móveis; e Objetos Inteligentes Conectados. Desde a primeira edição o "Code IoT" já teve mais de 52 mil usuários inscritos.

Serviço – Cursos online e gratuitos na Plataforma Code IoT em português, espanhol e inglês

Início: 2 de setembro

Inscrições: http://www.codeiot.org.br

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/08/2019
Agro 4.0 passa por recursos vindos da aprovação do PLC 79/16

14/08/2019
5G e Internet das Coisas são prioridades para os países do BRICS

08/08/2019
Varejo aposta em eletrônicos com inteligência artificial

05/08/2019
Brasil chega a 22,21 milhões de dispositivos IoT

02/08/2019
MCTIC vai aportar R$ 8 milhões em projetos para internet das coisas

01/08/2019
Anatel abre debate sobre regras para reduzir barreiras à internet das coisas

31/07/2019
Escassez de talentos e complexidade travam projetos de Internet das Coisas

29/07/2019
Ataques por malware em IoT cresceram 55% no 1º semestre

18/07/2019
Serpro quer ser integrador do Governo em Internet das Coisas

18/07/2019
Reciclagem: MCTIC lista plano de IoT e conexões do Gesac em metas de 200 dias

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Agile reescreve a carreira do desenvolvedor de software

Ao mudar a entrega dos serviços – quebrando a prática dos longos projetos –, a metodologia também exige novos profissionais.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site