4G da Oi leva Internet e comunicação à estação brasileira da Antártica

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 11/03/2019 ... Convergência Digital

Sete anos depois, a estação Antártica Comandante Ferraz - responsável pelo desenvolvimento de um programa estratégico de pesquisas científicas sobre as alterações climáticas no mundo e as repercussões no Brasil e que, em fevereiro de 2012 foi destruída por um incêndio - renasce e fica capaz de atender a um desejo antigo dos pesquisadores e cientistas que vivem numa das regiões mais inóspitas do mundo: Ter acesso à Internet e à comunicação com o mundo.

"O 4G nos traz segurança e isso é um grande feito. Nós podemos conversar com a nossa família. Nós podemos pedir socorro em emergência. Além disso, vamos poder enviar dados relevantes para os Centros de Apoio de Pesquisa. Também damos relevância ao trabalho aqui realizado", diz o comandante e responsável pela reconstrução da estação, Geraldo Juaçaba, em entrevista feita por vídeochamada ao Convergência Digital.

A montagem da nova infraestrutura de telecomunicações - que ficou com a Oi - exigiu cuidados especiais. A rede foi adaptada para suportar ventos de até 200 Km/hora e temperaturas baixíssimas que podem chegar a -94,7º celsius. "Tivemos cinco técnicos que chegaram em janeiro para consolidar a infraestrutura com a ajuda dos militares que recebem qualificação para cuidar dos equipamentos", conta Roberto Blois, diretor da Oi.

Entre as inovações utilizadas está o sistema anticongelante nas antenas, com material produzido pelos fabricantes de aviões, submarinos e veículos militares. A nova estação Comandante Ferraz terá 4500 metros quadrados com 226 contêineres e 18 laboratórios para pesquisa de assuntos como o buraco na camada de ozônio e o efeito estufa.
O Brasil, com a base, também mantém o direito de participação ativa na tomada de decisões relativas ao futuro da região antártica. Só em estruturas de aço de alta resistência são 700 toneladas e as fundações atingem até 28 metros de profundidade. No total, 54 pilares sustentam 226 contêineres de 3,5 toneladas.

Com o 4G, cientistas e militares passam a dispor de internet fixa de alta velocidade (que permite transmitir dados, fazer videoconferências e ligações); rede móvel com conexão 4G; acesso wi-fi distribuído por todas as instalações da estação; e sistema de recepção de sinal de TV. Assistam a entrevista, por vídeochamada com o comandante Geraldo Juaçaba e com o diretor da Oi, Roberto Blois. Uma curiosidade: durante a realização da vídeochamada - apesar de ser verão - nevava na Estação Comandante Ferraz.


Internet Móvel 3G 4G
Huawei dá o troco e Qualcomm alerta para o risco dos EUA perder muito dinheiro

Em documentos ao governo dos EUA, a fabricante adverte que o bloqueio não vai impedir acesso da fabricante à tecnologia de ponta, mas sim prejudicar os fornecedores americanos, inclusive, no 5G. Huawei já avisou que Mate 40 será último com chip Kirin.

Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

Uso do Espectro, Defesa dos Usuários, Prestadoras de Pequeno Porte, Aferição da Qualidade, Ofertas de Atacado, Acompanhamento de Redes são alguns dos grupos reestabelecidos pela agência. 

Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

Queixas na Anatel cresceram especialmente a partir de março. No conjunto dos serviços, agência recebeu 1,52 milhão de reclamações entre janeiro e junho. Também houve um aumento de 20% com relação à telefonia móvel.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G