TELECOM

Huawei confirma investimento de R$ 3,2 bilhões até 2022 em São Paulo

Ana Paula Lobo* ... 10/08/2019 ... Convergência Digital

A Huawei confirmou neste sábado, 10/08, que vai investir US$ 800 milhões - ou algo em torno de R$ 3,2 bilhões - no estado de São Paulo no período de 2020 a 2022. Em comunicado, a empresa afirma: A Huawei confirma 800 milhões de dólares de aporte financeiro para São Paulo. O aporte será feito a partir de 2020 até 2022 em São Paulo.

O montante engloba todos os investimentos previstos para o Estado de São Paulo, como os programas de capacitação profissional para jovens em TICs - como um programa comandado pelo Secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, voltado para fomentar a inovação, a tecnologia e a digitalização da rede pública de ensino do ensino fundamental e básico até 2022.  A Huawei será uma das parceiras da iniciativa, que abarca ainda as Escolas Técnicas (ETECs) e as FATECs do Centro Paula Souza.

O investimento contempla também o aporte em uma fábrica de celulares 5G, a ser instalada em uma cidade a ser escolhida no Estado de São Paulo. Essa unidade fabril se junta ao Centro de Distribuição de Sorocaba, que já emprega mais de 2000 mil pessoas. O leilão 5G no Brasil está programado para o primeiro semestre de 2020 e as primeiras operações comerciais, se esse prazo for confirmado, estão previstas para o primeiro trimestre de 2021.

*Com informações da assessoria da Huawei Brasil


Internet Móvel 3G 4G
Reino Unido contraria teles e confirma leilão 5G para janeiro de 2021

Ofcom, a Anatel do Reino Unido, não quis receber cerca de R$ 8 bilhões das teles, e manteve a oferta de 80 MHz em 700 MHz e 120 MHz entre 3,6 GHz e 3,8 GHz. Teles tentaram ficar com as frequências como 'compensação' à retirada dos equipamentos Huawei das suas redes.

Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

Queixas na Anatel cresceram especialmente a partir de março. No conjunto dos serviços, agência recebeu 1,52 milhão de reclamações entre janeiro e junho. Também houve um aumento de 20% com relação à telefonia móvel.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Qualcomm defende faixa de 6GHz para não licenciados atenta ao 5G

Diretor da Qualcomm, Francisco Soares, espera que a Anatel se defina por dar os 1,2GHz para os serviços licenciados. "O 6GHz não licenciado será o complemento ideal para os serviços licenciados 5G", sustenta.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G