SEGURANÇA

Empresas no Brasil levam oito meses para detectar ataques cibernéticos

Fernanda Angelo e Rafael Mariano ... 25/06/2019 ... Convergência Digital

Ao pensar suas estratégias de transformação digital, muitas corporações relevam as questões ligadas à proteção de dados e à segurança da informação. "Um erro de sistema que impacte a segurança pode levar uma empresa ao fim em questão de dias", alertou Yanis Stoyannis, gerente de Consultoria e Inovação de Cybersecurity da Embratel. O especialista falou sobre cibersegurança durante o CIAB Febraban 2019, realizado de 11 a 13 de junho, em São Paulo.

De acordo com Stoyannis, o grande desafio das organizações em processo de transformação digital é entender o negócio. "A segurança muitas vezes fica para depois, quando ela precisa ser tratada desde o início. No setor financeiro, temos visto muito a tendência de open banking e de bank-as-a-service (banco como serviço). Ao colocar serviços via dispositivos e aplicativos, o cuidado deve ser redobrado", advertiu.

À medida que os serviços se digitalizam e aumenta o uso dos dispositivos conectados, as violações de dados crescem exponencialmente. Segundo o especialista em segurança, em 2017, houve cerca de 200 milhões de registros de violações de dados. O número saltou para 450 milhões em 2018.

"A grande preocupação é que esses ataques são silenciosos, e as empresas demoram a perceber", afirmou Stoyannis, acrescentando que o tempo médio mundial para se detectar um ataque cibernético foi de 197 dias em 2018. "No Brasil é ainda mais preocupante: oito meses." E, depois, ainda se leva mais 100 dias para conter a invasão, segundo ele.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Stoyannis falou sobre os avanços das ameaças cibernéticas, da forma como a LGPD pode contribuir para a proteção da informação e como a Embratel vem ajudando os clientes a implementarem suas estratégias de segurança de dados e a protegerem sua infraestrutura tecnológica, especialmente em tempos de transformação digital. Assistam à entrevista.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Novo golpe usa validação para sequestrar contas do WhatsApp

Especialistas alertam que os criminosos enviam uma mensagem através do app ou de um SMS por meio do qual um contato (também vítima do golpe) menciona que, sem querer, um código de verificação de seis dígitos (que, supostamente, não era dirigido a ela) foi enviado para o seu telefone e solicita que a mensagem seja reenviada com o código.

Dell vende RSA por US$ 2,08 bi e se desfaz de mais um ativo da EMC

Empresa de Michael Dell abriu mão da unidade de segurança cibernética e repassou o controle para um consóricio liderado pela Symphony Technology Group.

Accenture compra divisão de segurança cibernética da Symantec

Os valores da transação não foram revelados. Com a aquisição a Accenture Security passa a fazer parte dos principais fornecedores de serviços de segurança gerenciados e terá a nuvem como plataforma de desenvolvimento.

Adiar a LGPD para ganhar tempo não vai resolver o problema das empresas

“Existe um viés de adiamento, mas isso não vai resolver o problema”, afirma o gerente de contas do grupo Binário, Leandro Alves.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G