Convergência Digital - Home

Blockchain: o que existe hoje vai mudar radicalmente nos próximos dois anos

Convergência Digital
Convergência Digital* - 13/09/2019

Cerca de 90% das atuais implementações de plataformas de Blockchain corporativas exigirão mudanças profundas até 2021 em suas estruturas para permanecerem competitivas, seguras e evitarem a obsolescência. "As plataformas de Blockchain são ferramentas emergentes e, neste ponto, quase indistinguíveis em alguns casos da tecnologia de Blockchain principal", diz Adrian Lee, Diretor de Pesquisa do Gartner.

“Por isso, muitos CIOs (Chief Information Officers) superestimam as capacidades e benefícios imediatos do Blockchain, como uma tecnologia infalível para ajudá-los a alcançar seus objetivos de negócios, criando assim expectativas irreais ao avaliar ofertas de fornecedores de plataformas e provedores de serviços”,complementa.

De acordo com o Gartner, o mercado de plataformas Blockchain é composto por ofertas fragmentadas que, frequentemente, se sobrepõem ou estão sendo usadas de forma complementar à estrutura principal, tornando as escolhas tecnológicas confusas para os tomadores de decisão de TI. A consultoria diz que esse desafio se torna ainda mais complexo quando notamos que os fornecedores de plataformas Blockchain geralmente usam mensagens que não vinculam aos casos de uso e aos benefícios de negócios de um comprador-alvo.

"'transações' foi o termo mais mencionado em relação ao Blockchain, seguido por 'seguro' e 'segurança'. Embora essas possam ser funções da tecnologia de Blockchain, os compradores ainda estão confusos sobre como esses recursos podem ser alcançados ou que benefícios a tecnologia de Blockchain realmente adiciona aos processos existentes", exemplifica o analista.

Ainda assim, observa Adrian Lee, o fato é que, à medida que o interesse das empresas por Blockchain se amplia, o número de fornecedores de plataformas Blockchain também continua a aumentar com cada vez mais opções e formatos. “Devido à falta de um consenso da indústria sobre o conceito do produto, o conjunto de recursos, os principais requisitos de aplicação e o mercado-alvo, não esperamos que haja uma única plataforma Blockchain dominante nos próximos cinco anos. Em vez disso, esperamos que surja um mundo multiplataforma”, completa.

O Gartner prevê que, até 2025, o valor comercial agregado pelo Blockchain atingirá cerca de US$ 176 bilhões e, depois, aumentará significativamente até ultrapassar US$ 3,1 trilhões em 2030. “Os gerentes de produto devem se preparar para uma rápida evolução, obsolescência antecipada, um cenário competitivo em mutação, consolidação futura de ofertas e o potencial fracasso das funcionalidades em estágio inicial no segmento de Blockchain”, completa o analista.


Destaques
Destaques

Banco Central afrouxa regras de contratação de serviços na nuvem pelos bancos

A partir de agora, os contratos de serviços na nuvem não precisam mais de autorização prévia, a não ser nos casos em que houver armazenamento de dados fora do Brasil em países sem convênio entre autoridades monetárias. 

Rio de Janeiro terá licitação de nuvem para dados abertos do Governo

Processo está sendo conduzido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e ganhou 'musculatura' com a adesão do governo do Estado, revela o procurador geral da Justiça, José Eduardo Gussem.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site