Home - Convergência Digital

Ricardo Sanfelice deixa a Vivo. Luiz Medici assume vice-presidência de Dados e Inteligência Artificial

Convergência Digital* - 25/04/2019

Ricardo Sanfelice, que chegou à Vivo por meio da aquisição da GVT, deixou a companhia. No seu lugar, assume Luiz Medici, que será o responsável por liderar a área protagonista da Transformação Digital na Vivo e coordenará as ações baseadas em e-care, Business Intelligence (BI) e Big Data e Inteligência Artificial (Aura). o executivo assume no dia 1º de maio.

Antes, a vice-presidência tinha o nome de Inovação e Digital. Com a nova nomenclatura, a VP dará ainda mais ênfase ao uso de dados e inteligência artificial na Vivo. Medici é formado em Administração de Empresa pela FAAP, com MBA Executivo pelo IBMEC e especialização em Inovação para o cliente pela Universidade de Stanford.

Iniciou sua carreira em 1999 no Citigroup com experiência em BI e Planejamento Estratégico e Comercial, Produtos Financeiros e Pricing. Em 2008, foi transferido para os Estados Unidos e retornou ao Brasil em 2010 para assumir as áreas de Planejamento Estratégico e Business Intelligence do Citibank Brasil. Na Vivo, começou como Diretor de BI e Big Data em 2013.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/07/2020
UISA, de bionergia, contrata Vivo para ter 4G e IoT na produção de bionergia

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

29/06/2020
Vivo Play embarca Amazon Prime Video em sua plataforma

26/06/2020
Vivo Empresas fecha parcerias para clientes nas áreas de saúde e serviços

15/06/2020
Vivo e Santander se unem para importar 200 respiradores

04/06/2020
Anatel também rejeita pedido da Claro contra acordo Vivo/TIM

27/05/2020
Ao condenar Vivo, Justiça decide que Código do Consumidor é aplicável a pessoas jurídicas

18/05/2020
Vivo tem 130 novas vagas e já contratou 400 durante a Covid-19

11/05/2020
Vivo anuncia mais quatro cidades com rede FTTH

06/05/2020
Covid-19 reduz recargas e venda de aparelhos e respinga no lucro da Vivo

Ciência de dados: a profissão do agora e do futuro

Em alta, o profissional cientista de dados é buscado em áreas como medicina, varejo, bancos, telecom, entre outros. Um bom especialista tem formação multidisciplinar e visão holística do negócio.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos vigentes

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site