NEGÓCIOS

Transações por 'maquininhas' são estratégicas para receita dos bancos

Ana Paula Lobo ... 07/05/2019 ... Convergência Digital

A guerra das 'maquininhas' que já provoca embates entre os bancos tradicionais e suas redes e os entrantes do segmento, como o PagSeguro e outros, só deve aumentar daqui da frente. Em 2018, segundo apurou a 27ª edição da Pesquisa de Tecnologia Bancária 2019 da FEBRABAN, divulgada nesta terça-feira, 07/05, em São Paulo, o número de transações pelas chamadas 'maquininhas' ou POS ultrapassaram, pela primeira vez, às realizadas nas agências bancárias.

O levantamento mostra que, em 2017, foram realizadas 10,9 bilhões de transações por meio das maquinhas e aqui com um adendo relevante: 100% delas com movimentação financeira. Em 2018, esse montante cresceu para 12,6 bilhões de transações. Para se ter uma ideia, nos ATMs, em 2017, 49% das transações foram não financeiras, e 51% foram movimentações financeiras. Em 2018, 42% foram não financeiras, e 58% foram movimentações financeiras. Nas agências, em 2017, 51% das transações foram com movimentação financeira. Em 2018, esse número subiu para 54%.

Se for contabilizar as operações do mobile banking- serviço que mais avançou em 2018 com um aumento na quantidade de transações com movimentações financeiras por celular de quase 80% no ano passado - as transações com movimentação financeira ficaram em 7% em 2017, e em 2018, subiram para 10%. No Internet Banking, em 2017, 23% das transações foram com movimentação financeira e, em 2018, esse número ficou em 24%.

"Os números do POS foram realmente o fato novo dessa edição de 2018, onde houve um crescimento de 20% nas transações financeiras realizadas por elas. Mas o estudo também mostra que há muito espaço para crescer em transações financeiras nos canais digitais, em especial, no mobile banking, que já foi o protagonista do uso", observa Gustavo Fosse, diretor de Tecnologia da Febraban.

De acordo com o estudo, o número de transações bancárias com movimentações financeiras cresceu cerca de 33%. O avanço de 80% na quantidade de transações com movimentações financeiras por celular foi puxado, principalmente, pelo crescimento número de contas pagar por esse canal (que chegou a 1,6 bilhão, em 2018) e de 119% na quantidade de DOCs, TED e outras transferências de quantias em contas bancárias (862 milhões). O número de contas abertas ficou estável: 155 milhões.

O levantamento da Febraban registrou, também, um boom de contas abertas por meio do mobile banking: foram 2,5 milhões em 2018 ante 1,6 milhão no ano anterior. O internet banking não fica atrás nesse quesito, já que registrou a abertura de 434 mil contas no ano passado, bem acima das 26 mil, em 2017. Também houve um forte incremento de 60% na contratação de crédito por aplicativos de celular; e os investimentos e aplicações feitas pelo mesmo canal cresceram 36%. A pesquisa CIAB Febraban contou com a participação de 20 bancos, que representam 91% dos ativos da indústria financeira no País. mas não contou com a participação dos chamados bancos digitais, que não são filiados à Federação Brasileira de Bancos.




Cloud Computing
Augmented Analytics: a próxima onda na análise dos dados

Solução, de acordo com o Gartner, será responsável por mais uma disrupção no mercado de dados. A consultoria indica ainda que Inteligência Artificial (IA) explicável e inteligência contínua vão mudar o mercado nos próximos cinco anos.

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Venda das impressoras de cupom fiscal, principal ativo da Bematech, ficou em R$ 25 milhões e foi feita para a Elgin. Em 2015, a TOTVS investiu R$ 550 milhões na companhia apostando nas vendas combinadas. Os ativos de software foram mantidos pela TOTVS.

SAP e Apple: privacidade dos dados é uma das questões mais importantes do século

"O telefone que você tem no agora no seu bolso tem mais dados sobre você do que em sua casa inteira — se alguém invadir a casa vai saber uma fração do que seu smartphone sabe", advertiu Tim Cook, presidente da Apple. SAP reconstruiu aplicativos móveis para integração total com os dispositivos da Apple.

Guinada digital faz bancos mudarem a maneira de comprar TICs

As instituições financeiras cada vez mais investem no modelo de serviços e no desenvolvimento de aplicações para os clientes, diz o diretor de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Mobile banking vira canal preferido do correntista e chega a dois dígitos na movimentação financeira.

Bancos investiram R$ 19,6 bi em TI. Software e Serviços responderam por R$ 10,1 bi

Segmento financeiro segue sendo o maior comprador de TI no Brasil, ao lado do governo federal. Hoje, de cada 10 transações, com ou sem movimentação financeira, seis são feitas por meios digitais. nuvem, big data, analytics e IA são estrelas.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G