TELECOM

BNDES defende uso do Fust para financiamento de novas redes

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/09/2018 ... Convergência Digital

Alvo de reclamações recorrentes das operadoras, o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações é objeto de uma nova ideia para que os recursos sejam efetivamente utilizados pelo setor. Como voltou a defender o BNDES, a proposta é que o Fust seja usado como fonte de empréstimos administrados pelo banco de fomento.

“Uma das possibilidades é do Fust reembolsável, de forma a aprovar projetos com taxas baixas e prazos longos para viabilizar áreas que hoje não são rentáveis. A vantagem é que essa modalidade não impacta no superávit primário. Na medida que a União empresta do fundo, aquilo vira um ativo e não despesa”, sustentou o diretor do departamento de TIC do BNDES, Ricardo Rivera.

O tema fez parte de um seminário sobre o futuro das telecomunicações promovido pelo portal Telesíntese nesta terça, 11/9, em Brasília. A proposta foi costurada pelo banco com a Anatel e a ideia foi incluída no anteprojeto de lei sobre novos usos do Fust que a agência encaminhou ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A proposta, além deixar o BNDES como agente financeiro do fundo, permite sua aplicação em modalidades não reembolsável, apoio reembolsável e de garantia para apoio reembolsável.

Esta última tem alvo certo em pequenos provedores, que ainda esbarram nas dificuldades de garantias para obter financiamentos do banco de fomento. “Essa é a modalidade ‘garantidora’. Ou seja, para projetos com provedores regionais ou players em que o risco é maior, nas quais o banco poderia financiar e o Fust cobriria os investimentos casa haja um default lá na frente”, emendou Rivera.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 

Comissão aprova prazo de seis meses para instalação de bloqueador de celular em presídios

Relator do projeto retirou o dispositivo que condicionava as novas outorgas de telecomunicação à instalação, ao custeio e à manutenção dos bloqueadores pelas prestadoras.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G