TELECOM

Brasil não vai barrar Huawei, diz vice-presidente Hamilton Mourão

Convergência Digital* ... 07/06/2019 ... Convergência Digital

O governo brasileiro não tem a intenção de restringir as atividades da fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei, apesar das advertências do governo dos Estados Unidos, afirmou nesta sexta-feira, 7/6, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. 

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o vice-presidente revelou que o tema foi mencionado pelo presidente americano Donald Trump quando da visita de de Jair Bolsonaro aos EUA, em março. Em recente viagem a China, Mourão encontrou-se com o presidente-executivo da Huawei, Ren Zhengfei. 

“Conversei com ele que tem que criar um clima de confiança. Enquanto tiver esse clima de confiança não tem problema nenhum”, contou. “O Brasil não tem nenhum plano disso (restringir as atividades da empresa).” 

O vice-presidente lembrou que apenas quatro empresas no mundo dominam hoje a tecnologia do 5G, duas finlandesas e duas chinesas, a Huawei entre elas. 

O Brasil pretende realizar leilão de frequências para operação da tecnologia 5G em 2020. 

* Com informações da Reuters


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Dataprev contrata Claro por R$ 236 mil para ter fibra ótica no Rio de Janeiro

Contrato, publicado no Diário Oficial da União, prevê a interligação dos prédios do data center da estatal de TI no Rio de Janeiro à filial na mesma cidade, no bairro de Botafogo.

Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

Ex-deputado Daniel Vilela vai presidir a Aliança Conecta Brasil F4, que nasce com apoio da Huawei, FiberX e da consultoria Teleco, mas quer novos associados. “Não existe economia digital sem infraestrutura”, afirma.

Consumidores: Banda larga é o serviço com menor satisfação, celular o melhor

Para a Anatel, como o padrão de consumo exige estar sempre online, percepção de qualidade é especialmente rigorosa com a conexão à internet.

Decreto da nova Lei de Telecom depende de acerto sobre renovação de frequências

“Entendemos que é melhor que a Lei também seja aplicada para os contratos vigentes e estamos tentando construir uma posição única de governo”, explica o secretário executivo do MCTIC, Julio Semeghini. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G