GOVERNO

Ministério da Economia vai concentrar pagamentos ao Serpro por base do CPF

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/03/2019 ... Convergência Digital

A determinação para que os órgãos públicos federais aceitem o CPF como única identificação necessária para atender os cidadãos coloca prazo determinado para que todos eles estejam ligados à plataforma de interoperabilidade de dados do governo, o ConectaGov. E representa um aumento obrigatório ao uso da base de dados do Cadastro de Pessoa Física, que fica com o Serpro.

A iniciativa é um empurrão e tanto no trabalho de acesso e cruzamento das bases governamentais, aos poucos implementado ao longo dos últimos anos pela governança de TI federal, agora sob o nome de secretaria de governo digital. E também no esforço de unificação dos procedimentos e dos contratos envolvidos no próprio acesso às informações.

“O cidadão vai apresentar o CPF e tem que ser atendido, Os órgãos têm que ter isso já resolvido em três meses, é o tempo para adaptar o procedimento de atendimento. Mas em tecnologia tem base de dados com todo o legado. Nesse caso, os órgãos terão 12 meses para fazer a consolidação. Eles até podem manter seus registros específicos, o NIT, o PIS, a CNH. Mas será preciso associá-los ao CPF”, explica o secretário Luis Felipe Salin Monteiro, em entrevista ao portal Convergência Digital.

“Vamos supor que o cidadão entre no site do Detran. Se hoje ele pede o número da CNH para consultar quantos pontos têm na carteira, terá que criar um campo para que ele possa acessar com o CPF. Pode manter o número da CNH. Mas será obrigatório aceitar o CPF. Porque o cidadão vai precisar lembrar apenas do CPF”, completa o secretário de governo digital.

Já existe um sistema de interoperabilidade que garante acesso à base única dos CPFs, mantida pela Receita Federal e gerida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados, o Serpro. “A gente já oferece os mecanismos de interoperabilidade dela através de webservice e blockchain e os órgãos vão conectar essa base com interoperabilidade. Na parte administrativa, a secretaria de governo digital vai concentrar os contratos que os órgãos precisam fazer.”

Significa unificar a contratação e os pagamentos ao Serpro pelo acesso à base dos CPFs, de forma que o Ministério da Economia vai assumir esse custo. “Isso é uma simplificação para os órgãos. A tecnologia, que é o ConectaGov, já existe. E a gente vai concentrar os contratos e assumir os pagamentos. Esse montante ainda está sendo calculado. Mas é claro que na negociação também vamos ser rigorosos quanto ao aumento de volume para derrubar os custos unitários”, afirma Luis Felipe Salin Monteiro.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

MP entra com pedido para TCU fiscalizar terceirizações no Governo Federal

Subprocurador-geral, Lucas Rocha Furtado, diz que as terceirizações são uma forma de driblar a obrigatoriedade de concurso público, previsto na Constituição. Também alega que as terceirizações estão sendo feitas para 'satisfação de interesses pessoais', mediante direcionamento na indicação de profissionais.

Governos precisam de CIOs para liderar a incorporação das inovações

“Existem passos fundamentais para que o governo faça sua transformação digital, e vemos que eles estão acontecendo no Brasil. Mas certamente ter uma liderança nesse processo faz diferença”, afirma a vice-presidente global da Amazon Web Services para o Setor Público, Teresa Carlson. 

MCTIC vai cruzar dados com a Receita em novo formulário da Lei do Bem

Segundo a diretoria de apoio à inovação da pasta, foco do novo FORMP&D é a segurança. “Ideia é assegurar que quem está prestando os registros são os representantes dessas empresas”, diz a diretora Adriana Martin.

Serpro e Dataprev unificam mais de 22 milhões de contas de brasileiros

Usuários, agora, terão um único login para acessar a plataforma gov.br e as mais de 80 soluções disponíveis de governo digital, entre elas, INSS e ComprasNet. Acesso ao portal poderá ser feito por CPF, senha e certificado digital A3, que serve para pessoas físicas e jurídicas.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G