SEGURANÇA

Acordo de transferência de dados entre EUA e UE vai prever suspensão automática

Luís Osvaldo Grossmann* ... 10/12/2015 ... Convergência Digital

O novo acordo de transferência de dados entre a União Europeia e os Estados Unidos, para substituir o que foi dinamitado com as denúncias de espionagem massiva dos americanos, deve prever uma cláusula de suspensão automática para o caso de aparecerem novas evidências de que a privacidade das pessoas não está sendo respeitada.

Segundo a comissária europeia de Justiça, Vera Jourova, “no novo Safe Harbor haverá uma cláusula de suspensão, dizendo que sobre condições concretas ele será suspenso”. A intenção permanece de que um novo acerto seja costurado até janeiro próximo.

O acordo ‘Safe Harbor’ tinha o objetivo de facilitar a transferência de dados entre UE e EUA a partir do compromisso entre as partes de que a privacidade seria respeitada. Mas a partir das denúncias de Edward Snowden de que as agências de inteligência americanas xeretam massivamente, o acordo ruiu.

A partir da queixa de um cidadão austríaco sobre a segurança de seus dados pessoais postados no Facebook, o caso chegou à instância máxima judicial da União Europeia. O argumento era de que os dados, transferidos para datacenters nos Estados Unidos, ficam à mercê da espionagem americana.

A Corte Europeia concordou e o resultado, a partir da decisão tomada em outubro deste 2015, foi suspender a eficácia do acordo: assim, foram liberadas exigências específicas de segurança de dados por cada um dos 28 países membros da UE.

* Com informações da Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Sistemas sem suporte rodam em mais de 40% dos PCs

Pesquisa da empresa de segurança Kaspersky diz que mais popular é Windows 7, que ficará sem suporte em três meses. Grandes, pequenas e microempresas continuam usando versões como XP ou Vista. 

Crimes cibernéticos: Brasil é passível de represália por não assinar Convenção de Budapeste

O consultor em Segurança Cibernética e professor da pós-graduação da Universidade UniCarioca, Guilherme Neves, adverte que o País está atrasado e erra ao não aderir à um tratado global de defesa cibernética.

TSE convoca profissionais de TI para testar segurança das urnas eletrônicas

Evento ocorrerá no período de 25 a 29 de novembro, na sede do TSE, em Brasília. Inscrições vão, agora, até o dia 22 de setembro.

Brasil perdeu mais de R$ 80 bilhões com ataques cibernéticos em 12 meses

O País, hoje, é o segundo do mundo onde ocorrem mais perdas econômicas por conta das ações dos hackers, revelou o coronetl Arthur Sabbat, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G