GESTÃO

Pessoas são o porquê da transformação digital

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, de Foz do Iguaçu ... 15/08/2018 ... Convergência Digital

Tecnologia é a base da transformação digital, mas as pessoas são o porquê, define o head de Educação Corporativa do TransformaçãoDigital.com, Mario Flores Neto, que participou do My Inova Summit, realizado nos dias 02 e 03 de agosto, em Foz de Iguaçu. Para o executivo, a tecnologia por si só não faz a transformação. É preciso que a empresa queira mudar.

"Todo processo de mudança exige clareza das empresas no senso de inovação, na definição de um modelo de negócios. Transformação digital não é plug and play. Explico sempre que há um quebra-cabeça que precisa ser muito bem trabalhado", afirma, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital. Com relação à dualidade homens e máquinas, Flores Neto diz que não há transformação digital sem as pessoas. "As máquinas ajudam, mas não decidem". Assistam a entrevista.


Carreira
Terceirizado só tem direito a isonomia se houver fraude na terceirização

O entendimento foi aplicado pela 8ª Turma do Superior Tribunal do Trabalho ao reformar decisão que havia reconhecido o direito à isonomia salarial a uma atendente de telemarketing terceirizada pela Caixa Econômica Federal.

eSocial: Receita faz advertência às empresas do grupo fora do Simples

Fisco adverte aos empregadores do grupo 2, aqueles com faturamento entre R4 4,8 milhões e R$ 78 milhões, sem serem optantes do Simples, para o cumprimento da quata fase: a substituição da GFIP para recolhimento de Contribuições Previdenciárias referente a competência de abril/2019

General assume diretoria de operações do Serpro

Antonino dos Santos Guerra, veterano no comando de áreas relacionadas às tecnologias de informação e comunicações. Ele substitui Iran Martins Porto Junior, que vai para a diretoria de desenvolvimento.

eSocial: Autônomos e trabalhadores rurais devem se cadastrar no site da Receita

A medida faz parte do cronograma de ampliação do eSocial, ferramenta que unifica as prestações de informações dos empregadores em um único ambiente.

E-mail perde vez para as OTTs no consumo da Internet no Brasil

O enviar e receber e-mail foi o único serviço a apresentar recuo de 2016 para 2017 quando se fala de consumo de Internet no Brasil, conforme informações divulgadas da PNAD Contínua TIC 2017, do IBGE. Os aplicativos OTTs conquistaram os assinantes e são usados por 95,5% dos brasileiros.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G