Convergência Digital - Home

Embraer cria sistema de big data e analytics com AWS e Claranet

Convergência Digital
Convergência Digital - 19/06/2019

A Embraer anunciou nesta quarta-feira, 19/06, na 53ª edição do Paris Air Show International, o lançamento do IKON, sistema em nuvem para captação, armazenamento e análise de alto volume de dados para manutenção preditiva da família de E-Jets. O novo sistema é baseado na plataforma da Amazon Web Services (AWS) e foi desenvolvido pela Embraer, com apoio da unidade AWS ProServe e da Claranet, utilizando tecnologias de Big Data e Analytics para oferecer um ganho de 96% de produtividade em análise e processamento de dados das aeronaves, estabelecendo novos padrões em serviços e suporte aeronáuticos.
 
Ao oferecer um alto poder de escalabilidade, elasticidade, durabilidade e análise, o sistema entrega um gerenciamento eficaz da capacidade de processamento e armazenamento, fazendo com que a Embraer otimize os tempos de ingestão de dados dos E-Jets E2. Usando o conjunto de serviços analíticos da AWS, essa nova tecnologia identifica padrões de dados e é capaz de detectar e resolver problemas potenciais de aeronaves antes que eles ocorram. Essa capacidade de executar a manutenção preditiva ajudará a fornecer novos aprimoramentos de recursos ao E2 e a acelerar a entrega de melhorias aos modelos anteriores.
 
“Vemos no IKON uma ferramenta totalmente agnóstica que abre novos horizontes para lidar com dados e uma evolução que reconhece possibilidades de melhorias, fazendo com que possamos funcionar como um monitor de saúde da aeronave. A manutenção preditiva se traduz no aumento da eficiência com custos reduzidos, maior competitividade e disponibilidade da aeronave”, diz Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte.
 
Somado a isso, o sistema permite novos avanços no processo de digitalização da indústria aeronáutica. Hoje, a segunda geração de aeronaves comerciais da Embraer produz cerca de 100 GB de informações diretamente acessíveis por ano. Graças a um sistema de roteamento e análise acelerado, esse alto volume de dados pode ser transmitido para uma ação imediata. Com o IKON, a coleta automática de dados passou de 12 dias para um processo imediato, garantindo que os dados estejam prontos para serem analisados ​​5 minutos após sua geração na aeronave.
 
O alto volume de dados e a demanda por decisões mais rápidas e precisas exigem tecnologias capazes de captar, armazenar e conectar informações em rede. No momento em que o avião pousa, os dados são automaticamente transmitidos para o IKON por meio de um módulo instalado na aeronave chamado WSU (wireless server unit).
 
Para assegurar o recebimento das informações com assertividade e agilidade, o Embraer Ground Server (EGS) utiliza a AWS para a conexão automática do avião a fim de permitir o download dos dados de voo. Após o pouso, a transmissão para a plataforma é feita em cerca de cinco minutos. Na sequência, migram para a camada de Data Lake do IKON, onde são disponibilizados para que os engenheiros analisem essas informações com eficiência.
 
"O IKON e o EGS implementam conceitos de Big Data e Analytics na prática. Isso dá à Embraer enorme vantagem na oferta de serviços exclusivos às necessidades de seus clientes", explica Andre Doro, Chief Information Office da Embraer. A AWS é a provedora de toda a infraestrutura de nuvem, que oferece segurança, agilidade, alto poder de processamento, ferramentas analíticas e gerenciamento de custo – serviço disponibilizado via pay-per-use, ou seja, os usuários só pagam pelo que utilizarem.

A equipe da AWS ProServe, área de serviços profissionais da companhia, trabalhou junto com a Claranet no design e implementação do projeto IKON e buscou garantir a qualidade e melhores práticas de análise de dados, provendo uma arquitetura no estado da arte em termos de eficiência, qualidade de dados e escalabilidade. Os valores do contrato não foram revelados pelas partes.
 


Destaques
Destaques

Salesforce: blockchain é a resposta para retomada da confiança digital

Blockchain vai trazer mais rapidez, eficiência e transparência, sustenta o o diretor de Marketing da Salesforce para a América Latina, Daniel Hoe. Empresas brasileiras já testam a solução da Salesforce.

Banestes investe na nuvem para vender serviços digitais em todo o Brasil

Banco público do Espírito Santo conduz uma transformação de sistemas para a oferta de novos produtos, mas o CIO, Silvio Grillo, diz que a mudança cultural é tão relevante quanto a tecnologia.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site