Home - Convergência Digital

5G não vai funcionar num estalar de dedos

Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos - 06/11/2019

O 5G não vai funcionar num estalar de dedos nem vai ganhar vida logo depois do leilão da frequência, adverte o CTIO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville. Segundo ele, há uma jornada - já em curso - para fazer a nova tecnologia ter uma operação comercial.

"A TIM começou essa jornada há mais de ano. Estamos fazendo datacenters (serão 37 no Brasil) e  virtualização de redes. Se tudo funcionar do ponto de vista de rede, uma operação comercial poderá acontecer em três a quatro meses após o leilão, mas em algumas cidades e depois com expansão", afirmou Capdeville, em entrevista à CDTV, durante o Futurecom 2019, realizado de 28 a 31 de outubro, em São Paulo.

Sobre a fragmentação do espectro - como está na proposta colocada à mesa pelo conselheiro Vicente Aquino e ainda em discussão na Anatel -, o CTIO da TIM Brasil assegura que quebrar a frequência em blocos menores será uma medida ineficiente, uma vez que se perde o potencial do 5G. "Quanto mais contínuo o espectro, mais capacidade se oferece pelo equipamento instalado. Se há menos espectro, há um desperdício", observou.

Como operadora nacional, a TIM diz que é preciso ter 100 MHz para a oferta comercial. "80 MHz até pode fazer, mas menos do que isso compromete toda a modelagem da oferta de serviços", disse Leonardo Capdvelle. Assista à entrevista com o CTIO da TIM Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/08/2020
Confiança do consumidor é a base do serviço público digital

12/08/2020
Lei de inovação de Florianópolis bancou case brasileiro de rastreamento da Covid-19

12/08/2020
Etice usa Oracle para ser o maior broker de nuvem para setor público

11/08/2020
TV Digital: Sobra de R$ 1,4 bilhão fica para Minicom construir rede na Amazônia

11/08/2020
Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

04/08/2020
Linktel prepara piloto com Wi-Fi 6E no aeroporto de Salvador

04/08/2020
Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E em 6GHZ abrem o B2B para os provedores Internet

04/08/2020
Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E não concorrem com o 5G, sustenta HPE/Aruba

03/08/2020
Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

31/07/2020
Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Destaques
Destaques

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e o 5G está acontecendo, advertiu o consultor sênior da Omdia, Ari Lopes. Governo terá de decidir se busca investimentos de longo prazo ou de curto prazo. Omdia prevê um impacto de US$ 1,1 trilhão no Brasil de 2021 a 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site