Home - Convergência Digital

Apenas 15% dos graduados no Brasil são da área de Tecnologia

Convergência Digital - Carreira
Agência Brasil - 16/07/2018

Faltam profissionais qualificados para atuar em tecnologia. O alerta foi dado por empreendedores e analistas durante o Startup Summit, primeiro evento nacional do setor, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), nos dias 12 e 13 de julho em Florianópolis.

De acordo com Felipe Matos, um dos pioneiros em startup no Brasil e autor do livro 10 mil Startups, o defícit de mão de obra pode prejudicar a competitividade do país no setor. Conforme o especialista, o número de estudantes graduados nunca foi grande, contudo, apenas 15% são da área de tecnologia, enquanto que a média mundial, também considerada baixa, é de 25%. Projeções dão conta que há uma carência de cerca de 400 mil profissionais na área de TI no Brasil.

A Associação Brasileira de Startups (ABStartups) ressalta que o problema pode aumentar se as universidades e outras instituições de ensino, desde o ensino básico, não alinharem seus propósitos às novas necessidades do mercado para formação de profissionais com visão estratégica, solução inovadora para problemas e não apenas operacionais.

 “Vale uma provocação para o setor acadêmico, que eu acho que está um pouco distante da nossa realidade. A gente ainda está passando por problemas de contratação. O aluno sai da faculdade e não está pronto para entender sobre a nova economia que está acontecendo, ele não conhece as novas vagas que estão surgindo no mercado”, disse à Agência Brasil, Rafael Ribeiro, diretor-executivo da ABStartups.

A nova economia e a transformação digital das empresas criaram novas linguagens e funções como “customer search” ou “startup hunter”, termos poucos conhecidos dos recém-formados e até de profissionais experientes. Ribeiro conta que a própria associação, que tem cerca de 6 mil startups cadastradas, encontrou dificuldade para efetivar a contratação de um profissional nos últimos seis meses. “Não consegui contratar e a gente teve de desistir e começar a treinar”, disse.

Para Felipe Matos, outro desafio é o desconhecimento sobre as startups, fruto de uma cultura ainda avessa a um novo modelo de negócio, que tem mais riscos e não segue a estrutura tradicional de uma empresa. O especialista acredita que casos de sucesso e o surgimento dos primeiros unicórnios (empresas que valem mais de US$ 1 bilhão) brasileiros, como o aplicativo de transporte “99”, podem ajudar a transformar a cultura de negócios do país e estimular o surgimento de empreendedores.

*Fonte: Agência Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/03/2019
Assespro: Governo tem a obrigação de assumir papel de indutor da TICs

08/03/2019
Igualdade de gênero é uma mentira. Mulheres vão levar 202 anos para ganhar igual aos homens

22/02/2019
Mercado de trabalho: Lacunas de habilidades distanciam patrões e profissionais

20/02/2019
Futuro do trabalho: reinventar o RH custará muitos erros

19/02/2019
Adriano Meira Ricci assume BB Tecnologia. Jacson Barros comanda DATASUS

15/02/2019
Harvard tem 24 cursos gratuitos para Ciência de Dados e de computação

14/02/2019
Mais de 60% dos brasileiros estão infelizes, mas têm medo de mudar de emprego

13/02/2019
Aplicativo disponibiliza mais de 600 tipos de aulas

01/02/2019
Networking: peça conselhos, não favores

21/01/2019
Marketplace móvel faz hackathon para área de pagamentos

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

STF anula decisão do TST e reforça valor legal da terceirização

Decisão aconteceu em uma ação de uma atendente contratada pela Contax, prestadora de serviços de call center, para atuar como terceirizada na Telemar Norte Leste.

Mais de 60% dos brasileiros estão infelizes, mas têm medo de mudar de emprego

Estudo da Brands2Life, com o LinkedIn, traz um dado assustador: 80% dos brasileiros não se candidata para a vaga de trabalho que gostaria. Cerca de um terço dos profissionais deixa de se candidatar a uma nova vaga por falta de confiança na sua própria capacidade.

Serviços de TI e de Telecom podem ser 100% terceirizados no Governo Federal

Também foi incluída na lista divulgada pelo governo Federal o serviço de teleatendimento. Decisão está publicada na portaria 443/2018.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site