GOVERNO » Legislação

Reoneração da folha mata política que reverteu ‘pejotização’ da TI

Luís Osvaldo Grossmann ... 13/06/2017 ... Convergência Digital

Entidades representativas do setor de tecnologia da informação e comunicações foram mais uma vez ao Congresso sustentar que a desoneração da folha de pagamento gerou um ciclo virtuoso no segmento, que além de devolver o benefício em outros impostos atraiu dezenas de milhares de empregados ao registro na carteira de trabalho, no lugar da tradicional contratação como pessoa jurídica. 

“Para o setor de ti não foi desoneração, foi uma política pública que permitiu corrigir uma deficiência no setor que é a relação com os colaboradores, disfarçada de pejotização. Quando veio essa medida em 2011, o setor pode se livrar desse passivo e gradativamente trazer para a folha de pagamento aquelas pessoas que tinham relação de PJ”, ressaltou o presidente da Assespro, Jeovani Salomão. 

Diante de parlamentares da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, Assespro, Abes e Softex insistiram que a Medida Provisória 774, que mantém na política de desoneração apenas transportes, construção, jornais, revistas e televisão, joga fora os bons resultados em TI. As entidades calculam que o segmento, apesar do benefício fiscal, aumentou a arrecadação em R$ 1,5 bilhão, além de formalizar os postos de trabalho. 

“Ao longo desses anos foram gerados mais de 80 mil empregos, a maioria da regularização dessa situação de PJ. O setor resolveu um passivo e ganhou valor de mercado. O que viemos pedir em coro, com ênfase, é que é que quando se criar uma política pública que funciona, que ela seja estável. Não vamos matar uma política pública que está dando certo”, completou Salomão.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Félix Mendonça Junior (PDT-BA) é o novo presidente da CCT da Câmara

Parlamentar que dar atenção especial  para a discussão da chegada do 5G no Brasil e também nas novas tecnologias, entre elas, o reconhecimento facial.

Dataprev registra aumento de 10% no lucro e alcança R$ 151 milhões em 2018

Segundo relatório da administração, receitas cresceram 2,9%, enquanto os custos subiram 2%. Investimentos chegaram a R$ 182 milhões. Maior parte dos recursos foi gasto em segurança da Informação e nas licenças Oracle. Governo deve quase R$ 400 mil reais à estatal.

Ex-VP de TI da Vivo assume comando da Dataprev

Christiane Edington, que ficou oito anos à frente da área de tecnologia da operadora, tomou posse na quinta, 28/2, durante reunião do conselho de administração da estatal.

Telebras vai agir para ser lucrativa e não ser vendida no Governo Bolsonaro

“Queremos implantar parcerias e empreender novos ritmos, com metas atingíveis e consolidar o nome da Telebra”, afirmou o novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior, em primeiro encontro com funcionários. Ministro Marcos Pontes participou da reunião.

Servidores da Dataprev fazem abaixo-assinado contra privatização

Documento digital defende que estatal dá lucro há mais de uma década e controla dados previdenciários de 35 milhões de brasileiros.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G