TELECOM

Governo precisa atuar como coordenador na remoção às barreiras inúteis em Telecom

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos* ... 11/11/2016 ... Convergência Digital

Se o governo não tem dinheiro para investir em rede, deve atuar como um catalisador, um coordenador para a atração de investimentos. "O Brasil precisaa de mais e melhores redes, mas há uma série de barreiras básicas a serem removidas. E o Governo precisa atuar para nos ajudar a dialogar com os entes que, hoje, impedem esse investimento", sustenta o presidente-executivo da TelComp, João Moura.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, no IX Seminário TelComp, realizado no dia 08 de novembro, em São Paulo, João Moura afirou que a economia digital evolui num ritmo acentuado no Brasil, mas adverte: há questões para serem tratadas o quanto antes. "Já falei das barreiras e elas precisam ser tiradas", reforçou. Sobre o novo ciclo do Plano Geral de Metas de Competição, o PGMC, que pode vir a ser aprovado pela Anatel ainda este mês, o presidente-executivo da TelComp disse que ele precisa recuperar o tempo perdido.

"O primeiro ciclo do PGMC, infelizmente, não provocou o impacto desejado. Ele não foi bem-sucedido. Se mostrou desinteressante. O novo ciclo, se bem-feito, pode acelerar o investimento e ter um efeito multiplicador no atendimento ao cliente, em especial, ao corporativo que precisa de conectividade para ter computação em nuvem, redes virtuais e Internet das Coisas". Assistam a entrevista do presidente-executivo da TelComp, João Moura.


Internet Móvel 3G 4G
Iniciativa da Vivo Brasil chega a 15 países e a 5 milhões de acessos

Portal Dialogando fomenta a reflexões sobre a sociedade conectada e ratifica a campanha da operadora que 'tem hora para tudo'. Iniciativa traz informações e dicas sobre redes sociais, plataformas de relacionamento, uso de aplicativos, Internet das Coisas, entre outros.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Anatel atende pleito das teles e adia prazo de consulta pública de metas de universalização

Proposta a vigorar até 2025, teoricamente último ano das concessões de telefonia, o PGMU 5 mantém em aberto o que fazer com o saldo de R$ 3,7 bilhões em obrigações reduzidas.

Anatel multa Oi por segurar R$ 8 milhões da TIM por um ano

Embora as duas operadoras tenham firmado acordo entre si três anos antes do processo, agência manteve multa de R$ 3,2 milhões, por entender que o acordo financeiro firmado entre as teles não eliminava aplacava a irregularidade da retenção de recursos.

Aplicativo e monitoramento pelos usuários vão ranquear as operadoras móveis

Inspirada em ferramenta da britânica Ofcom, Anatel quer usar colaboração coletiva para recolher dados sobre redes e serviços e indicar melhores e piores.

Embratel usa Banda KA para expandir banda larga fixa e IoT

Diretor Executivo da Embratel Star One, Gustavo Silbert, explica que o serviço IPSAT terá um ponto concentrador dos dispositivos de IoT para levar comunicação às áreas remotas.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G