Home - Convergência Digital

Samsung usa a Coreia para mandar recado às rivais no 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 11/04/2019

A Samsung Electronics Co.,Ltd. mandou um claro rival às rivais Ericsson, Nokia e Huawei: vai brigar por um lugar de destaque na infraestrutura 5G e está usando a Coreia como case de sucesso. A fabricante coreana forneceu soluções de 5G core e mais de 53 mil ERBs de rádio 5G para as três operadoras do país, que já estão transmitindo sinais 5G em Seul e áreas metropolitanas desde 1º de dezembro de 2018.

"A Coreia é um dos primeiros mercados no mundo em que a experiência 5G está se abrindo para os consumidores, e estamos entusiasmados por desempenhar um papel fundamental no lançamento nacional do 5G com nossas soluções de rede 5G incomparáveis", disse Paul Kyungwhoon Cheun , Vice-presidente executivo e chefe de negócios de redes na Samsung Electronics.

As operadoras coreanas lançaram suas redes comerciais 5G usando a estação rádio base 5G Massive-MIMO Unit (MMU) da Samsung no espectro de 3,5GHz. Uma característica fundamental das MMUs da Samsung implantadas na Coreia é que elas estão entre as menores e mais leves do setor, o que garante que elas possam ser facilmente instaladas nos locais de celular existentes das operadoras, exigindo alterações mínimas. Essa capacidade de reutilizar o local existente foi fundamental para permitir que as operadoras coreanas implantassem redes 5G compostas por dezenas de milhares de rádios, em apenas alguns meses desde o lançamento em 1º de dezembro.

As soluções de 5G core virtualizadas, fornecidas a todas as três operadoras coreanas para o lançamento comercial de seu 5G, suportam redes 4G herdadas e serviços de 5G de próxima geração no modo Non-Standalone (NSA). Elas também podem migrar para o modo Standalone (SA) por meio de uma simples atualização de software no futuro. A solução da Samsung implementa muitas das principais tecnologias de redes 5G, como Controle e Separação de Planos de Usuário (CUPS, sigla em inglês), que são essenciais para que as operadoras de rede aumentem suas redes e suportem os novos serviços habilitados pela tecnologia 5G.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2019
5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

21/05/2019
Anatel: Brasil terá espectro suficiente para não ficar com falso 5G

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

20/05/2019
Estados Unidos adiam sanções impostas à Huawei por 90 dias

20/05/2019
Vertiv: Edge computing impõe um novo jogo no negócio de data center

16/05/2019
Huawei: 'lista negra' dos EUA infringe direitos e levanta sérias questões legais

15/05/2019
Teles pedem medidas pró 5G e governo acena com Decreto para antenas

14/05/2019
Huawei acena com acordos anti-espionagem para evitar banimentos

14/05/2019
Ecossistema do 5G já conta com 33 aparelhos em fabricação

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site