GESTÃO

Rede do Serpro falha. eSocial não vai multar empresas que perderam prazo

Convergência Digital ... 08/02/2019 ... Convergência Digital

O Comitê Gestor do eSocial vai orientar os órgãos fiscalizadores quanto à não aplicação de penalidades pelo eventual descumprimento dos prazos das obrigações acessórias, uma vez demonstrado que ocorreu por questões técnicas, inerentes às dificuldades de implantação, revela nota oficial no site do eSocial, nesta sexta-feira, 08/02.

A decisão foi tomada depois de muitas reclamações das empresas que tinham até o dia 07 de fevereiro para prestar suas contas com o regime do governo. Nos dias 06 e 07 de fevereiro, muitas empresas reclamaram de não conseguir acesso à plataforma. O Serpro, responsável pela gestão do eSocial, admitiu que houve instabilidades na sua infraestrutura de redes nos dois dias, mas, procurados pelo Convergência Digital, não revelou os motivos dessas falhas.

Nesta quinta-feira, 7/2, terminava o prazo para que as empresas com faturamento entre R$ 4,8 milhões e R$ 78 milhões fechassem a primeira folha de pagamento já com base nas novas regras do sistema digital. Mas como reconhecido pelo Serpro, houve falhas na rede.

“Informamos que, na última quarta-feira, dia 6 de fevereiro, ocorreu uma instabilidade na rede Serpro, que afetou o funcionamento de alguns sistemas, inclusive o eSocial. O incidente provocou reflexos no eSocial no período de 11h50 até as 18h30, quando o ambiente voltou ao normal. A instabilidade na rede Serpro também já está solucionada”, comunicou a Serpro, para reportar a falha e justificar a decisão do Comitê Gestor do eSocial.


Carreira
Empresa desenvolve algoritmo que seleciona candidatos a emprego

Sistema de inteligência artificial combina competências para o cargo com traços de comportamento, capacidades técnicas e habilidades cognitivas dentro do grupo de indivíduos que se destaca em determinada função.

INSS conclui a revisão de 10 milhões de eventos no eSocial

Segundo o órgão, apenas 40 empresas de um total de 1.400 inicialmente retidas ainda estão com pendências.

Uber assume o serviço do governo federal TaxiGov, mas em contrato temporário

Desde o dia 25 de abril, o Uber é responsável pelo serviço TáxiGov, que já atendeu cerca de 15 mil servidores e colaboradores do governo federal. Licitação para a contratação pelo período de um ano está em curso, diz a secretaria de gestão do ministério da Economia.

Imposto de Renda: mainframes do Serpro operaram com pico de 89,6% de capacidade

Estatal, responsável pelo recebimento das declarações, disse que o tempo de resposta dos programas ficou em torno de 0,02%. O processamento total dos documentos recebidos termina nesta sexta-feira, 03/05.

Ministério Público regulamenta uso do WhatsApp para intimações judiciais

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o uso do WhatsApp para intimações de processos que tramitam no órgão e no Ministério Público.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G