Home - Convergência Digital

O profissional do futuro de TI é alguém que ninguém conhece

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 12/04/2019

Com cerca de 100 mil alunos de graduação em TICs, a Universidade kroton diz que tem como desafio mostrar para os meninos e meninas que o ensino superior é relevante para a boa formação acadêmica, revela a diretora de empregabilidade da Kroton, Camilla Veiga.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, a universidade tem uma lição de casa permanente: ser agnóstica em relação às tecnologias e trazer as empresas para dentro da Kroton visando ajustar os currículos à demanda do mercado de trabalho.

"Esses meninos e meninas são autodidatas na maioria das vezes. Mas precisam entender que é, sim, muito relevante estudar. Aliás, o aluno de TI nunca pode parar de estudar", observa Camilla Veiga. A capacitação dos professores também é uma referência. Segundo a diretora da Krotn, há trilhas exclusivas para os professores se adequarem às tecnologias.

Indagada sobre quem é o profissional do futuro de TI, Camilla Veiga foi direta: é alguém que ninguém conhece ainda. Assistam a entrevista com a diretora de empregabilidade da Kroton, Camilla Veiga.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/05/2019
Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

10/05/2019
Startup de Curitiba cria plataforma gratuita com mais de 77 cursos diferentes

06/05/2019
Quem são os novos CIOs, CDOs e CTOs na TI brasileira?

02/05/2019
São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul lideram a busca por profissionais de TI

26/04/2019
Governo confirma que vai fazer ajustes no eSocial

22/04/2019
Aneel implanta curadoria e quer simplificar o ‘informatiquês’ para a LGPD

21/04/2019
STJ se adequa à LGPD e admite que houve ajustes de TI

21/04/2019
Desafio do Serpro é ser menos Governo

18/04/2019
Ciência na Escola terá R$ 100 milhões para formar cientistas

17/04/2019
Governo descarta redução, mas promete simplificação da carga tributária

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Brasscom: É urgente incluir computação no currículo do ensino médio e fundamental no Brasil

Apenas Internet das Coisas, vai gerar uma demanda de 107 mil profissionais que não estão disponíveis no Brasil, adverte o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site