TELECOM

Anatel e Aneel sugerem preço regional para aluguel de postes

Luís Osvaldo Grossmann ... 24/09/2018 ... Convergência Digital

Anatel e Aneel vão abrir na quarta, 26/9, uma “Tomada de Subsídios para Análise de Impacto Regulatório para a Revisão da Regulamentação de Compartilhamento de Postes de Energia Elétrica por Prestadoras de Serviços de Telecomunicações”. A revisão da norma já fora indicada desde o início deste 2018, especialmente diante do grande número de postes considerados em situação de emergência.

Quando, ainda em janeiro, a Anatel indicou que a norma seria objeto de revisão das duas agências, a ideia era não mexer no preço de referência adotado desde o fim de 2014. Mais recentemente, porém, em junho deste 2018, o órgão regulador sinalizou que o tema poderia voltar ao debate. Tanto assim que uma das possibilidades apontadas no texto base da tomada de subsídios é a adoção de preços regionalizados para o aluguel dos pontos de fixação, além de tornar públicos os valores desses contratos.

“Dos 46 milhões de postes de energia elétrica no país, 9 milhões estão em situação de maior urgência, por possuírem fiação de quatro ou mais empresas de telecomunicações. Em muitas regiões são dezenas de empresas disputando espaço. Os estados mais críticos são: São Paulo (3 milhões de postes), Minas Gerais (1 milhão), Paraná (1 milhão), Rio de Janeiro (800 mil) e Rio Grande do Sul (600 mil). Segundo texto apresentado pelas Agências Reguladoras, as futuras antenas (small cells) do 5G devem aumentar ainda mais a ocupação dos postes”, aponta a Anatel ao anunciar a abertura da consulta.

Em 2014, as agências firmaram uma resolução conjunta (4/2014) que trouxe um valor de referência de R$ 3,19 para o aluguel dos pontos de fixação nos postes a ser adotado na resolução de conflitos entre as distribuidoras de energia e as operadoras de telecomunicações. Na época, decidiu-se que cada grupo de telecom só poderia usar um único ponto de fixação em cada poste. Mas o entendimento é de que a norma não conseguiu avançar na abertura de mais espaço para eventuais empresas que também buscam utilizar essa infraestrutura.


Internet Móvel 3G 4G
No Brasil, 60% dos celulares já são 4G

Planos pós-pagos, incluindo os tipo 'controle', continuam ganhando terreno e terminaram o mês de abril como modelo de pagamento de 45% dos acessos móveis em serviço.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

TIM quer infraestrutura única para cidades com menos de 30 mil habitantes

Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, não faz sentido infraestruturas diferentes em localidades onde a receita é mais baixa. CEO da TIM, Pietro Labriola, fala em IoT como fonte nova de receita.

Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

Agência vai manter o grupo de trabalho criado para acompanhar a operadora. Também quer receber dados financeiros, fluxo de caixa atual, receitas e custos e financiamentos, além de eventuais alienações. Prazo dado à Oi para passar as informações é de 60 dias.

Uma em cada cinco conexões à internet fixa acontece por fibra óptica

Em 12 meses, proporção dos acessos registrados pela Anatel que usam a tecnologia passou de 12% para 20% do total. Cabo detém outros 30%. O Brasil contabiliza 6,33 milhões de acessos em fibra óptica. ISPs mostram força e já representam 21% do market share.

Smartphones puxam demanda global por carregadores sem fio

Segundo números da consultoria IHS Markit, em 2018 foram registrados embarques de 300 milhões de smartphones com essa tecnologia.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G