Home - Convergência Digital

Gigante de TI traz para o Brasil plataforma gratuita de capacitação em Inteligência Artificial

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/05/2019

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira,17/05, o lançamento de uma nova plataforma de ensino, o AcademIA, que disponibilizará 12 módulos gratuitos sobre inteligência artificial (IA) – desde a introdução básica à tecnologia, à sua linguagem de programação e aplicações. A iniciativa faz parte do compromisso da Microsoft de democratizar a inteligência artificial, proporcionando capacitação na tecnologia para profissionais no mercado de trabalho e para estudantes, com o objetivo de aprimorar as habilidades necessárias para os empregos do futuro.

O lançamento da plataforma foi feito pelo VP Global de Educação da Microsoft, Anthony Salcito, que ressaltou a necessidade da inserção da tecnologia para preparação dos profissionais para o futuro do trabalho. "Precisamos considerar que 65% dos alunos de hoje farão trabalhos que ainda não existem", explica.

A iniciativa conta com cinco parceiros estratégicos: Recode, IOS – Instituto de Oportunidade Social, Instituto Gerando Falcões, The Trust for The Americas, Eidos e ATN – Associação Telecentro de Informação e Negócios. A Microsoft está aberta a novas parcerias para facilitar o acesso à plataforma AcademIA, beneficiando mais profissionais e interessados em aprender sobre inteligência artificial.

O curso de Inteligência Artificial contempla 12 módulos, sendo eles: "Introdução à Inteligência Artificial", "Introdução a Python para Ciência de Dados" – ambos já estão disponíveis em português – além de "Matemática Essencial para Machine Learning: Edição Python", "Leis e Ética para Dados e Analytics", "Métodos de Pesquisa para Ciência de Dados: Edição Python", "Princípios de Machine Learning: Edição Python", "Explicações sobre Deep Learning", "Explicações sobre Reinforcement Learning", "Processamento de Linguagem Natural (NPL)", "Sistemas de Reconhecimento de Voz", "Visão computacional e Análise de Imagens" e "Microsoft Professional Capstone: Inteligência Artificial".

Também estão na grade curricular da plataforma cursos sobre inovação e nuvem. São oito conteúdos de "Administrador do Azure" e seis de "Azure Developer", além de 18 aulas sobre "Ciências de Dados" e outras seis sobre "Ambiente de Trabalho Moderno". A previsão é que até 2020 todos os cursos da plataforma AcademIA estejam disponíveis em português. Conheça mais sobre a AcademIA.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/09/2019
STF abre pregão de R$ 2 milhões para contratar inteligência artificial

04/09/2019
Petrobras busca startups para criar software para robótica e Inteligência Artificial

28/08/2019
Direct One recebe aporte de R$ 15 milhões para unir IA à cloud

26/08/2019
Uso de robôs vai crescer 10 vezes até 2030

20/08/2019
Intel embute Inteligência Artificial em chip para datacenters

15/08/2019
MediaTek quer levar Inteligência Artificial para o consumidor em IoT

08/08/2019
CPqD desenvolve plataforma open source de IA voltada ao agronegócio

07/08/2019
Há uma demanda enorme por profissionais para Inteligência Artificial

02/08/2019
Serpro reabre consulta para comprar solução de inteligência artificial

01/08/2019
Brasileiro tem pé atrás com as inovações da Inteligência Artificial

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Dizer não é saudável para o ambiente de trabalho

A posição é defendida pelo diretor geral da Robert Half, Fernando Mantovani. Segundo ele, acumular tarefas e colocar prazos em conflito é um risco alto.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site