NEGÓCIOS

BNDES Direto 10 elimina exigência de garantia real para empresas de software

Ana Paula Lobo ... 04/12/2018 ... Convergência Digital

O programa BNDES Direto 10, sucessor do conhecido Prosoft, que beneficiou mais de 150 empresas de software, vai ser reativado pelo banco de fomento do governo no primeiro trimestre de 2019. Expectativa é que o BNDES disponibilize pelo menos R$ 100 milhões para a nova linha. "A iniciativa já foi aprovada em diretoria. Está em fase de ajustes finais", conta o chefe do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação do BNDES, Ricardo Rivera, que participou do evento de final de ano da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), realizado nesta segunda-feira, 03/12, em São Paulo.

O executivo do BNDES explica que os ajustes são necessários porque os recursos não serão voltados apenas para as empresas de software. Eles também serão direcionados para outras verticais, como editoras e indústrias farmacêuticas. Os recursos a serem distribuídos ficam entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões. E o principal diferencial, promete, é a ausência da exigência de garantias reais, um agravante para as empresas de software e também para os prestadores de Internet.

"Quem não apresentar garantia poderá pegar 30% do montante disponibilizado. Os outros 70% serão monitorados para que a companhia implante governança e possa, ao final, restituir os valores", observa Rivera. O executivo adianta ainda que os prestadores Internet poderão usar até 60% dos recursos para a compra de fibra óptica. Os 40% restantes serão para a aquisição de equipamentos de tecnologia nacional. "Nesse modelo nós estamos bem próximos da linha já disponibilizada pela FINEP. Queremos impulsionar a infraestrutura e não apenas a fibra óptica na última milha", salienta.

Rivera minimizou ainda as críticas feitas ao extinto Prosoft. "O programa beneficiou mais de 150 empresas. O redesenho dele vai permitir abrigar ainda mais o mercado de software". No evento da ABES, o diretor de Inovação da FINEP, Marcio Girão, também antecipou que a instituição vai lançar, ainda em dezembro, uma nova linha de fomento ao software direcionada à digitalização. Serão R$ 500 milhões disponibilizados para os próximos três anos.




Cloud Computing
Vertiv: Edge computing impõe um novo jogo no negócio de data center

"A arquitetura de rede vai mudar com edge computing e com o 5G. Os mini data centers são o novo grande negócio e vai mudar o perfil dos players", diz o diretor geral da Vertiv no Brasil, Rafael Garrido. A eficiência energética é o grande desafio que se impõe ao mercado daqui pra frente.

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Venda das impressoras de cupom fiscal, principal ativo da Bematech, ficou em R$ 25 milhões e foi feita para a Elgin. Em 2015, a TOTVS investiu R$ 550 milhões na companhia apostando nas vendas combinadas. Os ativos de software foram mantidos pela TOTVS.

SAP e Apple: privacidade dos dados é uma das questões mais importantes do século

"O telefone que você tem no agora no seu bolso tem mais dados sobre você do que em sua casa inteira — se alguém invadir a casa vai saber uma fração do que seu smartphone sabe", advertiu Tim Cook, presidente da Apple. SAP reconstruiu aplicativos móveis para integração total com os dispositivos da Apple.

Guinada digital faz bancos mudarem a maneira de comprar TICs

As instituições financeiras cada vez mais investem no modelo de serviços e no desenvolvimento de aplicações para os clientes, diz o diretor de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Mobile banking vira canal preferido do correntista e chega a dois dígitos na movimentação financeira.

Bancos investiram R$ 19,6 bi em TI. Software e Serviços responderam por R$ 10,1 bi

Segmento financeiro segue sendo o maior comprador de TI no Brasil, ao lado do governo federal. Hoje, de cada 10 transações, com ou sem movimentação financeira, seis são feitas por meios digitais. nuvem, big data, analytics e IA são estrelas.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G