Home - Convergência Digital

RH da OLX define planos de cargos e salários como ultrapassados

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 13/08/2019

Os planos de cargos e salários (PCSs) são instrumentos retrógrados, assim definiu a gerente de RH da OLX, a psicóloga Simone Frazão, ao proferir palestra durante o 3º Encontro de RH para RH realizado, na semana passada, pelo TI Rio. O evento reuniu profissionais das áreas de recursos humanos das empresas do setor de TI e teve os “Planos de Cargos e Salários” como tema. Para ela, o importante é existir uma estrutura que permita o gerenciamento do pessoal e esse é o papel das áreas de recursos humanos nas empresas.

Segundo Simone Frazão, a OLX não tem um PCS, mas uma estrutura que permite aos empregados terem seus próprios planejamentos de evolução na empresa e aos gestores fazerem o melhor gerenciamento de forma a reconhecerem os funcionários. Ela diz que há diferentes formas de lidar com a questão e afirma que as empresas precisam de estabilidade, mas não podem ter um PCS que enrijeça seus funcionamentos. Por isso, recomenda como fundamental em qualquer situação que na criação do PCS as pessoas sejam ouvidas.

Além disso, afirma que não se pode implementar nada que seja difícil de mudar. Como recomendação está a de ter clareza e flexibilidade. Na OLX, empresa onde 81% dos empregados têm até 35 anos de idade, um dos desafios é a retenção de pessoas, pois essa parcela mais jovem quer alavancar a carreira muito rapidamente.

A diretora de RH da Olx considera ainda um desafio fundamental para o RH ser reconhecido e respeitado pelos gestores da empresa. Para tanto, nessa conquista de espaço, é necessário que o papel do RH seja entendido como central para o funcionamento das organizações e que os objetivos da área, que são atrair, reter, engajar, reconhecer pessoal, apoiar decisões, oferecer estrutura e garantir a equidade interna, sejam claros.

Para chegar lá, Simone deu conselhos aos participantes. Entre outros, de que os profissionais devem ser parceiros dos negócios (ouvir as necessidades da empresa), devem buscar referências de mercado fazer benchmarking, estar aberto a novas ideias, sempre utilizar dados para embasar decisões; conectar as atividades com objetivos e valores do negócio (mostrar benefícios para o gestor); exercitar a capacidade analítica (criticar, não aceitar simplesmente o que vem do mercado, mas analisar sob o ponto de vista do negócio) e ser parceiro dos líderes, escutar, pedir e nunca tentar impor, mas, sim, se conectar aos gestores.

Nomenclatura dos cargos

Uma das questões que praticamente foi unanimidade entre os participantes é a quase impossibilidade de diferentes empresas apresentarem a mesma nomenclatura para os cargos. Simone afirma que deve haver flexibilidade para atender às necessidades de cada empresa. Ressaltou a importância de ficarem explícitas as funções de cada cargo, o que, na OLX, é divulgado na Intranet. “A descrição dos cargos tem que ser atualizada permanentemente, pois vão se alterando.”

Outro ponto de destaque foi a retenção de pessoal. Na OLX, explicou, são abertas duas janelas anuais para movimentação do pessoal. É uma forma de permitir aos gestores reconhecerem e promoverem seus colaboradores e, dessa forma, os reterem na empresa. Mesmo assim, admite, é difícil segurar as novas gerações. Essas revisões salariais regulares, afirma, permitem que o gestor seja ativo. “Não queremos ficar esperando o empregado chegar e apresentar uma proposta da concorrência para, só aí pensarmos como cobrir. Preferimos nos antecipar.”

Um instrumento de gerenciamento utilizado na OLX é a chamada “carreira em y”, que permite aos profissionais optarem ao longo do tempo entre seguir para um cargo gerencial ou ficar como especialista numa área técnica, mas assegurando ganhos financeiros, mesmo sem assumir cargos mais elevados na hierarquia. “Apresentamos tudo com clareza para cada um saber qual a possível movimentação na carreira, o que inclui o crescimento em movimento lateral. Outro benefício gerenciado pelo RH da OLX é a Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Simone ressalta a importância de ter critérios bem definidos e apresentá-los com clareza. No caso da empresa foi estendido para toda a empresa e homologado com o sindicato dos trabalhadores.

Fonte: Assessoria do TI Rio

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/05/2020
Institutos Federais começam piloto de matrículas online com cursos de programador

08/05/2020
Digital House oferece bolsa para formar seleção de talentos digitais

27/04/2020
TIM fecha pacote especial com a Estácio para aulas online na Internet

20/04/2020
Dell oferece 2 mil vagas para cursos online gratuitos para TIC

14/04/2020
IGTI oferece 2.500 bolsas integrais online para profissionais de TI

26/03/2020
Desenvolvimento e design atraem mais mulheres para tecnologia

17/03/2020
Plataforma online oferece 225 mil bolsas de estudo em cursos de computação

11/03/2020
SENAI-SP abre 680 vagas gratuitas para curso técnico em Desenvolvimento de Sistemas

03/03/2020
ITI recruta professores para massificar ensino de programação em São Paulo

28/02/2020
BID abre inscrições para curso gratuito em português de Gestão de riscos em projetos

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos de trabalho

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Coronavírus: Teles advertem que sem equipes técnicas na rua, há risco para a rede

O SindiTelebrasil está alertando Estados e municípios sobre a necessidade e urgência em manter suas equipes técnicas e os call centers em operação, ainda que de forma reduzida, para garantir a conectividade e como medida essencial.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site