INTERNET

Câmara dos EUA aprova projeto de lei que restabelece neutralidade de rede

Luís Osvaldo Grossmann ... 10/04/2019 ... Convergência Digital

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, 10/4, por 232 a 190 votos, um projeto para restabelecer as proteções de neutralidade da rede adotadas em 2015, mas o esforço enfrenta uma batalha difícil para se tornar lei.

O líder republicano do Senado, Mitch McConnell, informara na véspera que o projeto de lei invertendo a revogação da Comissão Federal de Comunicações (FCC), ainda em em dezembro de 2017, chegaria morto ao Senado. A Casa Branca já indicou que pretende vetar o texto, que retoma regras que proíbem os provedores de bloquear ou desacelerar o conteúdo da internet ou oferecer alternativas mais rápidas pagas.

Os republicanos disseram que o projeto de lei abriria as portas para a imposição de regulamentos de tarifas da FCC ou para o acréscimo de taxas ao serviço de internet, semelhantes aos impostos cobrados por TV à cabo ou telefone. Os democratas dizem que o projeto de lei é essencial para garantir que o governo aplique regras que proíbam a conduta imprópria dos provedores de internet e garantam aos americanos o acesso a uma internet aberta.

Sob o comando do presidente da FCC, Ajit Pai, a comissão votou por 3-2 para dar poder aos provedores de internet para reformular a forma como os americanos usam a internet, desde que divulguem as mudanças. Em um comunicado na quarta-feira, Pai chamou o projeto de lei da Câmara de “uma solução de um grande governo em busca de um problema”.

* Com informações da Reuters


Internet fica com 47% dos gastos com publicidade

Segundo a consultoria Zenith, parte do grupo francês Publicis, até 2021, rede vai deter 52% dos gastos totais com propaganda, que neste ano devem crescer 4,6%. 

Cade arquiva processo contra o Google por práticas anticompetitivas no ecommerce

A acusação partiu da E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia, dona dos sites Buscapé e Bondfaro. Segundo a empresa, o Google estaria “raspando” avaliações de produtos que clientes para exibi-las como conteúdo no Google Shopping.

Dados pessoais são "de pessoas" e a LGPD não vai matar os negócios

Os advogados Paulo Vidigal, do Opice Blum Associados, e Fernando Bousso, do Baptista Luz Associados, advertem: a venda de base de dados é proibida hoje e seguirá proibida com a LGPD.

Oi amplia vantagem contra TIM e NET no ranking da Netflix

No mês de maio, a Oi ficou à frente das rivais na banda larga por fibra óptica com velocidade média de 4,04 Mbps. A tele está na primeira posição  no ranking da OTT há quatro meses.

STJ: Provedor de internet tem obrigação de fornecer IP de usuário que invadiu e-mail

Relatora Ministra, Nancy Andrighi, sustentou que as prestadoras de serviços de Internet (operadoras inclusas) estão sujeitas ao artigo 1.194 do Código Civil de 2002. Segundo ela, os dados armazenados pelos provedores devem ser suficientes para a identificação do usuário.

Revista Abranet 27 . abril/junho 2019
Veja a Revista Abranet nº 27 A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G