Home - Convergência Digital

Paraná cria curso para formar profissionais técnicos para o 5G

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 17/01/2019

O Brasil é um dos maiores mercados de telecomunicações da América Latina, segundo a União Internacional das Telecomunicações (UIT) e a previsão é que sua receita total alcance R$ 150 bilhões no Brasil até 2022. Esse crescimento expressivo demandará mão de obra qualificada que ainda é escassa no país, inclusive para atender a adoção da tecnologia 5G pelas operadoras nacionais.

Com o objetivo de investir em capital humano por meio de parcerias na área educacional, a Huawei e o Sistema Fiep, por meio do Senai no Paraná, uniram forças e lançaram o curso de Qualificação para Instalador Técnico de Equipamentos de Telefonia Móvel. "Estamos celebrando uma parceria de fundamental importância e isso é motivo de muito orgulho para todos nós do Sistema Fiep", afirma José Antonio Fares, Diretor Regional do Senai e Superintendente do Sesi e do IEL no Paraná.

O laboratório está sendo equipado com mais duas estações radiobase 5G e um enlace de rádio de microondas de alta capacidade, tornando-se referência em termos de tecnologia de próxima geração (5G), já que as quatro estações radiobase suportarão as tecnologias GSM, 3G, 4G e 5G. "Este é um mercado promissor e, por isso, é fundamental implementar cursos como este. Nosso laboratório está preparado para capacitar os alunos para atuar na indústria, com qualidade e sempre atualizados", conclui Fares.

"Estamos prezando por disponibilizar aos alunos do curso as técnicas e tecnologias mais atuais, e que estarão disponíveis ao usuário das redes de celular nos próximos anos. Um bom exemplo é o equipamento 5G que instalamos para que o treinamento seja o mais atualizado possível", completa Marcio Ribeiro Guimarães, Gerente de Projetos da Huawei. Já Mateus Martini, Diretor-Regional da Huawei, explica que a empresa encontrou dificuldades no mercado nacional pela falta de profissionais qualificados e atualizados. "O curso vem para formar mão de obra e capacitá-la tecnicamente para atuar no mercado de telecomunicações. A Huawei sempre entendeu a capacitação profissional como parte da transformação digital do País".

Sobre o Curso

O profissional técnico com qualificação em Equipamentos de Telefonia Móvel poderá instalar equipamentos de telecomunicações da rede móvel de acordo com projetos, normas técnicas, de qualidade, de segurança e saúde no trabalho e de preservação ambiental. Entre os assuntos abordados no curso estão equipamentos da rede móvel, integração do sistema celular, segurança do trabalho e meio ambiente, elaboração de projetos, análise de resolução de problemas e ferramentas digitais.

No formato pensado pelo Senai no Paraná, em conjunto com a Huawei, será possível que empresas contratem o curso para seus funcionários. "Para as empresas, podemos fazer um curso customizado, conforme demanda. Nesse caso, a ideia não é apenas qualificar, mas também aprimorar o conhecimento dos profissionais que já estão no mercado", explica Rafael Cury, Gerente do Campus da Indústria. Além desse formato, o Senai no Paraná está com as turmas abertas para que todos os interessados possam fazer o curso de qualificação. "Se não acompanharmos a evolução da tecnologia, mostrando e ensinando aos profissionais o que foi mudado, nós teremos técnicos bons, mas desatualizados", reforça Claudio Berger, Gerente de Qualidade da Huawei.

Em fevereiro, o Senai no Paraná iniciará mais uma turma para o curso e as matrículas já podem ser feitas pelo link: www.cursocertosenai.com.br/telefoniamovel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

21/05/2019
Anatel: Brasil terá espectro suficiente para não ficar com falso 5G

21/05/2019
Testes de 5G indicam que será preciso mitigar 6 milhões de parabólicas

20/05/2019
Estados Unidos adiam sanções impostas à Huawei por 90 dias

20/05/2019
Vertiv: Edge computing impõe um novo jogo no negócio de data center

16/05/2019
Huawei: 'lista negra' dos EUA infringe direitos e levanta sérias questões legais

15/05/2019
Teles pedem medidas pró 5G e governo acena com Decreto para antenas

14/05/2019
Huawei acena com acordos anti-espionagem para evitar banimentos

14/05/2019
Ecossistema do 5G já conta com 33 aparelhos em fabricação

13/05/2019
Consumidor brasileiro quer logo o 5G para ter estabilidade na banda larga

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Salários em TICs são três vezes maiores que a média nacional

Em software e serviços, onde estão 75% das vagas das empresas de tecnologia da informação, remuneração média em 2018 foi de R$ 5 mil, contra R$ 1,8 mil do salário médio nacional.

TICs podem formar 1 milhão a cada quatro anos com recursos já existentes

Segundo o presidente da Contic, Edgar Serrano, atualização do marco legal de telecom e a criação do Sistema S das TICs são medidas de transformação digital sem impacto fiscal.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site