INOVAÇÃO

Software brasileiro transmite dados da maior câmera digital do mundo

Convergência Digital* ... 08/01/2019 ... Convergência Digital

O software Kytos, desenvolvido no Brasil, começou a ser utilizado na rede de produção da Amlight, consórcio que será responsável pela transmissão de dados do Large Synoptic Survey Telescope (LSST), telescópio que será instalado no Chile para fotografar todo o céu visível.

O consórcio AmLight, responsável pela construção, já está empregando o software em sua rede de produção. O Kytos é uma plataforma de código aberto para orquestração de Redes Definidas por Software (SDN) desenvolvida pelo São Paulo Research and Analysis Center (SPRACE), centro que tem apoio da FAPESP.

Segundo o SPRACE, o desenvolvimento do software deu origem a uma estreita colaboração com engenheiros e desenvolvedores da Rede Acadêmica de São Paulo (ANSP), da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e da própria AmLight.

O LSST, que deverá entrar em operação em 2022, é um projeto internacional que foi proposto em 2001 e começou a ser oficialmente construído em 2014. O local escolhido foi Cerro Pachón, no Chile, no pico de uma montanha de mais de 2,6 mil metros de altura.

O objetivo é fotografar todo o céu visível, o que implica em grandes desafios nas áreas de transmissão, armazenamento e análise de dados. Todas as noites cerca de 20 terabytes de dados serão gerados e precisarão ser transmitidos para diferentes centros de análise ao redor do mundo.

O consórcio AmLight, que envolve RNP, ANSP e Florida International University, será responsável pela transmissão de dados do Chile até os Estados Unidos. Para transferir grandes quantidades de informação de forma rápida entre os países, a AmLight utilizará uma rede complexa com diversos links de 100 Gbps. O consórcio também terá em sua infraestrutura redes definidas por software para diminuir o custo operacional e suportar serviços complexos e dinâmicos.

* Da Agência Fapesp


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Fintechs incubadas pelo BC já encontram negócios no sistema financeiro

Projetos selecionados pelo Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas já estão em uso em instituições como Bradesco e há negociações com outras instituições.

FICO leva IA e machine learning para além da indústria financeira

Verticais como varejo, manufatura e telecomunicações já são usuárias da solução,revela o vice-presidente e diretor-geral da FICO para América Latina e Caribe, Alexandre Graff.

Seguradora HDI trabalha legado para pavimentar transformação digital

Seguradora instituiu um plano de jornada, com quatro anos de duração, para se adaptar à uma nova era digital, afirma a CIO da HDI, Denise Ciavatta.

Brasil fica longe da Inovação e acumula mais de 225 mil pedidos de patentes

Estudo produzido pela Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI) adverte que o País só despenca no ranking global de inovação e, neste momento, ocupa a última posição. Governo e empresas privadas investem pouco e não assumem os riscos inerentes à Inovação.

Ministério da Economia quer privatizar o financiamento à inovação

Além das empresas estatais de TICs como Serpro, Dataprev, Telebras e Ceitec, lista da secretaria de desestatizações , comandada por Salim Mattar, inclui a Finep, agência de fomento do MCTIC, e o próprio BNDES.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G