Convergência Digital - Home

Merck adota nuvem para oferecer informações a médicos

Convergência Digital
Fábio Barros - 10/01/2012

A MSD, resultado da fusão entre os laboratórios Merck Sharp & Dohme com a Schering-Plough, colocou no ar uma iniciativa de colaboração baseada em nuvem: é a MSD InteracTV, plataforma de compartilhamento de vídeos destinada a médicos que mantém relacionamento com a companhia.

Paulo Amaral, líder da área de marketing multicanal da MSD, explica que, após a fusão, a empresa sentiu a necessidade de estabelecer diálogos com seus mais diversos públicos, entre eles os médicos. “Fizemos uma pesquisa e descobrimos que a maioria dos médicos prefere receber informações em vídeo”, explica.

Com a constatação, a empresa decidiu criar uma plataforma onde pudesse disponibilizar para este público o conteúdo de congressos técnicos. A justificativa é que este material era de difícil recuperação, ao mesmo tempo em que gerava grande demanda. Com a plataforma InteracTV, os médicos agora têm acesso a este conteúdo, podendo pesquisar por tema, autor ou edição do evento. “Também incluímos uma funcionalidade que permite a busca de conteúdo dentro do vídeo. Isto porque, muitas vezes, o conteúdo da busca é bastante específico”, explica Amaral.

A solução fica hospedada na nuvem da Amazon Web Services (AWS), e há bons motivos para isso. “Primeiro, não precisamos investir em uma estrutura específica para esta ferramenta, o que talvez inviabilizasse sua criação”, diz Amaral. O executivo lembra também que, com o uso da nuvem, está eliminada a preocupação com picos de demanda e com a estrutura disponível para eles. “Não me preocupo com capital ou estrutura, apenas com o conteúdo”, conclui.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis


Bradesco, Dataprev e Equinix são destaque em datacenter no Brasil
Organizações foram as vitoriosas da edição 2017 do DCD Awards da América Latina. Conheça os destaques da região no segmento de datacenters.
3ª Semana da Inovação 2017
Investimentos mundiais em nuvens públicas vão chegar a US$ 266 bilhões em 2021

No Brasil, o mercado de computação cresce cerca de 50% e já representa R$ 2,25 bilhões.


Destaques
Destaques

Dataprev e Serpro vão prestar serviço pela nuvem pública

Objetivo é atender de forma unificada demandas distintas dos órgãos públicos. Empresas vão integrar orquestradores e planejam contratar serviços da Amazon, Google e Azure.

Mercado de computação em nuvem foi de R$ 2,25 bilhões no Brasil

Estudo da ABES mostra que o segmento registrou uma expansão de 47,4% em 2016, tendo como base os dois principais serviços - Software como Serviço (SaaS) e PaaS (plataforma como Serviço). O segmento de análise de dados faturou US$ 809 milhões



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Empresas de TI ou organizações dependentes dela?

Por Paulo de Godoy*

Considerada parte do ‘guarda-chuva’ da Inteligência Artificial, a Machine Learning vem crescendo e ganhando força à medida que o volume de dados explode.

Criando uma arquitetura analítica para o futuro

Por Stephen Rigo*

O custo de não ter a arquitetura analítica adequada é alto, já que esse fator pode gerar problemas de incompatibilidade, governança, segurança, falta de acordos de nível de serviço, escalabilidade e problemas de extensibilidade.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site