Convergência Digital - Home

Nuvem é 'bola da vez' para Recursos Humanos

Convergência Digital
Da redação - 17/01/2012

Informações divulgadas pela Humanus, empresa especializada em soluções e serviços para gestão do Capital Humano, indicam que a Tecnologia da Informação chega ao mercado de Recursos Humanos com força este ano. A pesquisa prevê que a computação em nuvem será a bola da vez em 2012.

“A área de RH não vive mais sem o uso intensivo da TI. Vivemos em um mundo conectado. Precisamos consumir e distribuir informação a todo momento. As informações têm que estar disponíveis onde possamos alcançá-las. Por isso, as empresas demandarão muita tecnologia de conectividade para suportar as exigências”, informa Carlos Carravetta, executivo de engenharia e desenvolvimento da Humanus.

“A Cloud Computing deverá crescer e o RH demandará soluções em nuvem especialmente para agilizar processos como avaliação de desempenho, disponibilidade para treinamentos e outros pontos para os quais antes seria necessário o deslocamento do profissional ou contato direto para ter a informação necessária”, completa o executivo.

Para finalizar, Carravetta destaca que “os maiores investimentos do RH serão na área de mobilidade e segurança da informação, duas tendências em gestão e necessidades do mercado”.

Para este ano, a Humanus programa novidades do setor, com soluções específicas ao mercado de RH. Com foco no crescimento de 35% para este ano, a companhia, que conquistou expressivo espaço no segmento de construção civil e projetos no setor de óleo e gás, destaca que suas soluções atendem a todos os mercados.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

Destaques
Destaques

Dataprev e Serpro vão prestar serviço pela nuvem pública

Objetivo é atender de forma unificada demandas distintas dos órgãos públicos. Empresas vão integrar orquestradores e planejam contratar serviços da Amazon, Google e Azure.

Mercado de computação em nuvem foi de R$ 2,25 bilhões no Brasil

Estudo da ABES mostra que o segmento registrou uma expansão de 47,4% em 2016, tendo como base os dois principais serviços - Software como Serviço (SaaS) e PaaS (plataforma como Serviço). O segmento de análise de dados faturou US$ 809 milhões



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Empresas de TI ou organizações dependentes dela?

Por Paulo de Godoy*

Considerada parte do ‘guarda-chuva’ da Inteligência Artificial, a Machine Learning vem crescendo e ganhando força à medida que o volume de dados explode.

Criando uma arquitetura analítica para o futuro

Por Stephen Rigo*

O custo de não ter a arquitetura analítica adequada é alto, já que esse fator pode gerar problemas de incompatibilidade, governança, segurança, falta de acordos de nível de serviço, escalabilidade e problemas de extensibilidade.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site