Convergência Digital - Home

HP abre versão beta do Cloud Services

Convergência Digital
Da redação - 01/02/2012

A HP anunciou nesta segunda-feira, 30/01, a disponibilidade em beta do HP Cloud Services, ambiente em nuvem da companhia. O lançamento é visto por analistas como o primeiro passo da companhia para ocupar seu espaço no setor de serviços web baseados em nuvem.

No anúncio formal do lançamento, a HP disse que os Cloud Services prometem uma infraestrutura pública em nuvem classe corporativa, que é baseada em padrões abertos e focada em desenvolvedores.

“Nossas ofertas iniciais de infraestrutura como serviço (IaaS), a HP Cloud Compute e a HP Cloud Object Storage, foram construídas sobre software e hardware da própria HP, com integração amigável a desenvolvedores baseada em tecnologia OpenSatck, que conta com um excepcional suporte ao usuário”, disse a companhia em comunicado.

A HP planeja prover acesso a partir de seu próprio data center via APIs (Application Program Interfaces) baseadas na arquitetura REST (Representational State Transfer) e vai oferecer ferramentas de software open source baseadas no padrão OpenStack, o que deve incluir também serviços móveis. Os desenvolvedores estarão livres para usar uma variedade de ferramentas e linguagens, como Ruby, Java, PHP e Python.

Em sua nova oferta, a HP começa com dois serviços chave. O HP Cloud Compute vai permitir o desenvolvimento de máquinas virtuais e sob demanda com instâncias computacionais customizadas, permitindo escalar e mudar workloads com facilidade.

Já o HP Cloud Object Storage vai prover armazenamento online sob demanda, que segundo a fabricante é ideal para arquivo e backup de conteúdo estático de aplicativos web e mídia. Para acessar os serviços, a HP pede um cartão de crédito válido, mas nenhuma cobrança será feita durante o período beta.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

Destaques
Destaques

Dataprev e Serpro vão prestar serviço pela nuvem pública

Objetivo é atender de forma unificada demandas distintas dos órgãos públicos. Empresas vão integrar orquestradores e planejam contratar serviços da Amazon, Google e Azure.

Mercado de computação em nuvem foi de R$ 2,25 bilhões no Brasil

Estudo da ABES mostra que o segmento registrou uma expansão de 47,4% em 2016, tendo como base os dois principais serviços - Software como Serviço (SaaS) e PaaS (plataforma como Serviço). O segmento de análise de dados faturou US$ 809 milhões



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Empresas de TI ou organizações dependentes dela?

Por Paulo de Godoy*

Considerada parte do ‘guarda-chuva’ da Inteligência Artificial, a Machine Learning vem crescendo e ganhando força à medida que o volume de dados explode.

Criando uma arquitetura analítica para o futuro

Por Stephen Rigo*

O custo de não ter a arquitetura analítica adequada é alto, já que esse fator pode gerar problemas de incompatibilidade, governança, segurança, falta de acordos de nível de serviço, escalabilidade e problemas de extensibilidade.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site