SEGURANÇA

Citibank, BMG e PanAmericano também foram alvos dos hackers

Da redação ... 03/02/2012 ... Convergência Digital

Os sites do Citibank, do BMG e do PanAmericano também foram alvos nesta sexta-feira, 03/02, do grupo de hackers Anonymous Brasil, depois do ataque à página da internet do Banco Central (BC). As páginas dos bancos apresentam instabilidade.

No Twitter, o grupo afirma ter provocado problemas no site do BC como um teste ao “alvo principal” do dia. “Escolhemos um alvo de testes antes, só para calibrar nossas armas: http://www.bcb.gov.br - Apenas um teste rápido...”.

O BC informou, por meio da assessoria de imprensa, que “houve sobrecarga de acessos ao site no início da manhã, ocasionando instabilidade e lentidão para abertura de páginas por alguns minutos”. “Não foram afetados sistemas e transações do banco”, destacou.

O grupo de hackers prometeu causar problemas em sites de bancos todos os dias desta semana. A estratégia consiste em fazer com que a página receba grande número de acessos ao mesmo tempo, fique sobrecarregada e, com isso, instável e até indisponível.

O HSBC foi o alvo de ontem (2) do grupo. O banco informou, em nota, que houve um “volume de acessos acima do esperado” no site. Na quarta-feira (1º), foi a vez de o site do Banco do Brasil registrar picos de acesso. Segundo o BB, houve lentidão no sistema em algumas regiões do país, mas não houve risco para a segurança dos dados dos clientes. Há registros de que a página do BB tenha saído do ar, mas o banco nega.

Os hackers também dizem ter provocado problemas no site do Bradesco, na última terça-feira (31), e na página do Itaú, no dia 30 de janeiro. Em nota, o Bradesco disse que o site apresentou “momentos de intermitência com volume de acessos acima da média”, mas não chegou a ficar fora do ar. O Itaú Unibanco, também por meio de nota, disse que houve “indisponibilidade” em seu site, mas a normalidade foi retomada em seguida.

Fonte: Agência Brasil


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Guerra cibernética passa a ter mesmo status de armas atômicas nos EUA

Comando Cibernético foi elevado em decisão anunciada por Donald Trump e com o propósito de "enfatizar o desenvolvimento de armas cibernéticas para impedir ataques, punir intrusos e enfrentar adversários".

STF autoriza extradição de hacker que teria fraudado US$ 4,85 milhões nos EUA

Tribunal deferiu pedido do governo dos Estados Unidos para extraditar Michael Knighten, que seria integrante de um grupo de criminosos cibernéticos autodenominado Techie Group.

GhostCtrl: o malware que transforma o celular em espião

Segunda versão do GhostCtrl pode bloquear a tela do dispositivo, redefinir sua senha e também rotear o aparelho infectado.

Em dois anos, ransomware levou R$ 80 milhões

Estudo apresentado nesta terça,25/7, em duas universidades dos Estados Unidos, além da Google, investigou 34 famílias de vírus desde o início de 2016. 



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G