GOVERNO » Compras Governamentais

Compras governamentais: SLTI minimiza impacto na flexibilização da IN-4

Luiz Queiroz e Luis Oswaldo Grossmann ... 28/02/2012 ... Convergência Digital

O secretário de Logística e TI do Ministério do Planejamento, Delfino Natal de Souza, garante que as mudanças ocorridas na IN-4 - Instrução Normativa que rege o modelo de compras governamentais no país - afetam a um pequeno universo das compras de serviços de TI e, além disso, poderá ser revista em 12 meses, caso se verifique algum problema.

Segundo Delfino de Souza, a medida estava prejudicando os organismos federais dependentes dessas compras,uma vez que a burocracia acabava prejudicando a agilidade nas contratações. Entretanto, sobre a participação das empresas estatais, que também foram beneficiadas pelo afrouxamento das regras da IN-4, Delfino sustenta que o principal item da Instrução - que seria o controle e a definição estratégica daquilo que for comprado - não foi alterado.

A estratégia geral de TI foi mantida, segundo ele, e as empresas estatais não irão se valer da mudança para ganhar o mercado governanental das empresas privadas. CDTV gravou entrevista sobre o tema com o secretário de Logística do Ministério do Planejamento. Assistam:


Diretor da Dataprev que propôs demitir mil funcionários pede exoneração

Desafeto político do presidente da estatal, Leandro Magalhães, Júlio César de Araújo Nogueira foi imposto para a diretoria da empresa pelo ex-ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira, que, agora, segue para a presidência do BNDES.

Câmara aprova urgência para votar a reoneração da folha de pagamento

Empresas de TI e de Call center podem ter de voltar a contribuir com alíquota de 20% , após 90 dias da publicação da nova legislação.

Decreto cria estrutura multissetorial para cuidar da transformação digital

A tradicional SEPIN, secretaria de Políticas de Informática, deixa de existir e se transforma na SEPOD, secretaria de políticas digitais, com Thiago Camargo Lopes à frente. Como política de Estado,  cobrança de resultados acontecerá em diversas pastas.

Estratégia Digital reúne antigas demandas e programas repaginados

Escolas conectadas, incentivos a isenções de ICMS, uso do Fust, apoio a startups, estímulo a exportações e até um novo Proinfo fazem parte das ações estratégicas que estimulem a economia digital no Brasil.

Jarbas Valente assume Telebras. Maximiliano Martinhão volta ao MCTIC

Seis meses e meio depois de assumir a presidência da Telebras, Martinhão, que estava antes à frente da SEPIN, retorna ao Ministério. Ele vai cuidar da Secretaria de Inovação.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G