GOVERNO

Falha no Serpro paralisou emissão de carteiras de habilitação

Da redação ... 13/03/2012 ... Convergência Digital

Uma falha no sistema do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública que presta serviços de tecnologia para o governo, paralisou a emissão de carteiras de habilitação e outros documentos em todo o Brasil nesta terça-feira, 13/03. Os problemas começaram na madrugada e só foram corrigidos no início da noite - às 18:30hs.

A estatal informou que foram paralisadas as emissões de Carteira de Habilitação (CNH), do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), onde são computadas as multas recebidas em locais fora do Estado onde um veículo foi licenciado.

Em nota, a assessoria do Serpro informou que os técnicos corrigiram o problema que afetou a base de dados do Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach) às 18:30hs. Segundo ainda a estatal, o problema não afetou a integridade das informações. A falha começou no início da madrugada e atrapalhou também o funcionamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e o Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf).

Os Detrans de todo o País ficaram impossibilitados de iniciar processo de habilitação, transferência de documentos e veículos e comunicação de venda. De acordo com o Detran no Distrito Federal, o serviço de habilitação oscilou durante o dia e algumas consultas e emissão de segunda via de multas foram feitas. Apesar da paralisação na emissão de carteiras de habilitação, o problema não causou tumultos na sede do órgão, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

Para o Detran-SP, os serviços oferecidos em todo o Estado, incluindo os realizados nos postos Poupatempo, funcionaram parcialmente devido indisponibilidade do sistema. Desta forma, o órgão ficou impossibilitado de emitir Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e de realizar serviços que exigessem consulta ou validação junto à base de dados nacional, como início do processo de habilitação, transferências de documentos e veículos e comunicação de venda.

Segundo o Detran-RJ, a falha bloqueiou apenas a emissão do CRV (Certificado de Registro de Veículo), obrigatório para os procedimentos relativos à primeira licença (emplacamento), transferência de propriedade e transferência de município. Para os clientes que pediram esses serviços, "o atendimento foi manual, com o responsável pelo veículo tendo cinco dias, sem a necessidade de agendamento, para retornar ao posto e receber o CRV".

*Com agência de notícias


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Criar reserva de mercado não é a saída para o profissional de TI

Assespro Nacional, Softex, ABES, Fenainfo e TI Rio afirmam que a medida, se aprovada, pode vir a ser uma 'camisa de força' para o setor. Representantes das entidades advertem que fechar as portas para outros especialistas será um equívoco.

Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Fim da gestão do Governo dos EUA abre nova era para a Internet

Desde 1º de outubro, as funções técnicas da internet – nomes, números e protocolos – não envolvem mais um contrato da ICANN com o governo americano. “O Brasil influenciou nessa transição”, diz o secretário-executivo do CGI.br, Hartmut Glaser. 


Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Governo prepara lançamento do satélite da Telebras para o dia 21 de março

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) embarcou em direção ao Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa. O equipamento saiu da cidade francesa de Cannes, local onde foi construído pela empresa Thales Alenia.

Governo fará censo para definir quais serviços serão 100% digitalizados

Ideia é centralizar os serviços digitalizados em um único canal, o Portal de Serviços do Governo Federal. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações(MCTIC) não está na primeira fase da iniciativa.

Governo estuda fusão Serpro/Dataprev em três etapas

Pela proposta que está em debate no Ministério da Fazenda, duas etapas preliminares buscariam interligar a governança das estatais até que haja formalmente a fusão entre as duas maiores empresas públicas de TI.

Internet das coisas não deslancha com a cobrança do Fistel

“Esse é um serviço de escala, de volume. Algo que vai gerar, digamos R$ 1. Mas com um Fistel de R$ 8, não é possível”, afirma o presidente executivo do SindiTelebrasil, Eduardo Levy.


Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras: rede única do governo fica pronta no 2º semestre e será 100% criptografada

Estatal confirma que a infraestrutura será fechada para os entes públicos das esferas municipal, estadual e federal. Previsão de ativação é para o segundo semestre.

Tecnologia é oxigênio para as empresas enfrentarem a crise

Presidente do Conselho da Brasscom e da BRQ, Benjamim Quadros, adverte: é preciso enfrentar os desafios da evolução da tecnologia. "O segmento de call center precisa agora retreinar seus profissionais. Milhares vão ficar desempregados", diz.

Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G