Convergência Digital - Home

Safenet vai às compras e aposta em AaaS

Convergência Digital
Da redação - 14/03/2012

A SafeNet, Inc. anunciou a aquisição da Cryptocard, provedora de soluções de autenticação de dados baseadas em nuvem. Com a compra , a empresa amplia o seu portfólio de autenticação e passa a fornecer aos provedores de serviços móveis e de telecomunicações, integradores de TIC e outros agentes no mundo inteiro, os mais avançados produtos de ‘Auth-as-a-Service’ (Autenticação como Serviço).

Para Anselmo Cimatti, country manager da SafeNet Brasil, a aquisição da Cryptocard pela SafeNet, Inc. amplia as oportunidades para que a marca possa solidificar a sua liderança no mercado de autenticação e posiciona favoravelmente a empresa para capitalizar os mercados de rápida expansão (dos serviços na nuvem e de Auth-as-a-Service).

“A expectativa é que o mercado global de Autenticação de Usuário cresça aproximadamente 30% neste ano. O Gartner prevê que, até 2017, mais de 50% da empresas escolherão os serviços baseados em nuvem como a opção para implantações de Autenticação de Usuário – novas ou renovadas – em contraste com o cenário atual, que é de menos de 10%”, conclui o executivo brasileiro.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

Destaques
Destaques

Open Stack conquista o coração e o bolso das corporações

A possibilidade de personalizar o código-fonte para desenvolver aplicativos é o motivo mais forte apontado para a adesão ao open source pelas empresas latino-americanas.

Pública ou privada, a nuvem é incorporada à TI dos bancos

"Se algum banco não aceita é problema dele", diz José Antônio Eirado Neto, da Caixa. "Interoperabilidade ainda nos desafia", pontua Marino Aguiar, do Santander. Já Maurício Minas, do Bradesco, defende a nuvem pública, mas assume: "não faz sentido se desfazer do que foi construído no mainframe".



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O uso inteligente do Big Data a favor da indústria

Por Marlos Bosso*

Os impactos da revolução 4.0 são inevitáveis. Identrificar o que está por vir é o desafio dos executivos.

Produzimos mais dados do que a capacidade de armazená-los

Por Thiago Franco*

Será que a demanda digital romperá com os limites físicos dos datacenters em curto prazo? Nos últimos anos, muitos especialistas têm tentado responder a esta pergunta.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site