INOVAÇÃO

Corte do orçamento obriga revisão de projetos no MCTI

Da redação ... 16/03/2012 ... Convergência Digital

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, disse nesta quinta-feira, 16/03, que a pasta vai contornar “as dificuldades” em consequência do corte orçamentário anunciado pelo governo por meio de parcerias com instituições ligadas ao setor e com a priorização de projetos. Raupp participou da aula inaugural da Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ).

No mês passado, o governo informou que o ministério perderia cerca de 22% dos valores originalmente previstos na Lei Orçamentária Anual, o que corresponde a uma fatia de R$ 1,48 bilhão dos R$ 6,7 bilhões iniciais.

“O ministério pretende distribuir os cortes de uma maneira que a gente sofra menos, escolhendo projetos que são prioritários e não cortando neles. Em segundo lugar, fazendo parcerias com a Petrobras, com a Coppe, que teve autorização para financiar o Projeto Ciência sem Fronteiras”, afirmou, ressaltando, no entanto, que o ideal seria que a pasta não tivesse os recursos diminuídos. “Conseguindo parcerias a gente vai superando essas dificuldades, mas evidentemente temos que trabalhar sempre para não ter cortes”, acrescentou.

Em sua palestra, ele destacou que países com tradição em ciência e tecnologia, como os Estados Unidos, as principais economias da Europa e o Japão, embora enfrentem os efeitos da crise econômica, “têm apostado decididamente nos investimentos em ciência, tecnologia e inovação”, com estímulo tanto para a busca das fronteiras do conhecimento, como para a utilização do conhecimento produzido pelas empresas e pela sociedade.

“Essa é uma marca de países que têm tido sucesso e querem continuar a exercer papel de liderança no mundo. Não abandonam jamais nenhum desses dois lados da moeda [ciência e tecnologia de um lado e inovação de outro]. É uma lição que a gente tem que tirar. Diminuir essas atividades gera grandes prejuízos, difíceis depois de serem recuperados”, advertiu.

Fonte: Agência Brasil


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Paraná adota Governança de TIC para ser referência em inovação

O coordenador de Ciência e Tecnologia do governo do Paraná, Evandro Mazotto, admite que não existe inovação sem incentivo fiscal e que é hora de consolidar parcerias com empresas privadas.

À espera da regulamentação, Marco Legal de Ciência e Tecnologia esbarra na agenda política

Há 18 meses, a nova legislação aguarda uma posição governamental e faltam recursos para a pesquisa no País.

Criptomoedas triplicam em um ano e são usadas por 5 milhões no mundo

Estudo da Universidade de Cambridge identificou 144 organizações em 38 países envolvidas com essa nova tecnologia. E estimou que o mercado chegou a abril de 2017 com valor equivalente a R$ 90 bilhões. 

Brasil não avança e fica em 69º lugar no ranking Global de Inovação

País fica atrás de diversos vizinhos da América Latina, entre eles, o Chile, em 46º, México, 58º e Colômbia, 65º. Países como Índia, Quênia e Vietnã ganham destaque e aparecem como 'conquistadores da inovação'.

TOTVS lança Carol, plataforma de inteligência artificial para a nova era da TI

Empresa projeta IA para ampliar a velocidade de tomada de decisões dos clientes. Cientistas de dados são a alma da plataforma,salienta o diretor executivo da TOTVS Labs, Vicente Goetten.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G