INCLUSÃO DIGITAL

São José (SC) adota fibra óptica para ser Cidade Digital

Da redação ... 19/03/2012 ... Convergência Digital

A partir de 21 de março, como parte das comemorações do aniversário de fundação do Município, a população de São José poderá ter acesso à internet gratuita em vários novos pontos da cidade. O município é um dos primeiros do Estado de Santa Catarina a contar com um projeto de Cidade Digital, com o objetivo de oferecer à população vários serviços eletrônicos nas áreas de Educação, Saúde, Assistência Social, Segurança e Administração, além de incrementar o desenvolvimento econômico da cidade.

O projeto São José Cidade Digital iniciou em 2009 e é composto por 18 subprojetos. A disponibilização da internet à população foi sendo realizada de forma gradual, a medida que o cabeamento, via fibra óptica, foi concluído, possibilitando, inclusive, a integração de serviços e órgãos da administração pública, dentre elas as escolas, creches, postos de saúde e secretarias.

Desde setembro de 2011, a Prefeitura já tem à disposição as “infovias” que permitem a interconexão de 116 localidades com acesso à internet de alta velocidade, desempenho e disponiblidade. “Além de promover a inclusão digital, a liberação dos novos pontos de internet grátis irão estabelecer um canal constante e dinâmico da Prefeitura com seus cidadãos”, destaca o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Michel Schlemper.

Para viabilizar essa estrutura de comunicação, a Prefeitura firmou contrato, por meio de licitação pública, com a GlobalWave Telecom, que tem sede em São José. A empresa josefense ampliou sua rede de cabos de fibra óptica para atender a necessidade do Município, de serviço de comunicação de dados, com alta velocidade e disponibilidade. Foram investidos pela Globalwave cerca de R$ 2 milhões nesta expansão e agora toda São José conta com mais de 150 km de cabos de fibra óptica e que atende, além da Prefeitura, empresas de todos os portes, condomínios residenciais e comerciais.

A interligação de todos os órgãos municipais, desde setembro do ano passado, permite à Prefeitura Municipal o desenvolvimento de vários projetos da Cidade Digital, como monitoramento da frota de veículos da prefeitura, sistema de telefonia VoIP e comunicação, portal de compras eletrônicas, controle de acesso e ponto eletrônico, integração de serviços de saúde com prontuários eletrônicos e agendamento de consultas, integração da rede de ensino municipal com acompanhamento do desempenho dos alunos por pais, professores e secretaria de Educação, datacenter para armazenamento de informações e sistemas corporativos, acesso à internet por laboratórios de inclusão digital e profissional.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Em São Paulo, 95% dos domicílios já tem sinal digital

Dados são de pesquisa realizada pelo IBOPE na capital paulista e nos 38 municípios vizinhos. No total, a região conta com 7,2 milhões de domicílios. O índice mínimo para o desligamento era de 90%.

Anatel disponibiliza lista de municípios com backhaul

Ideia da agência reguladora é manter uma base de dados atualizadas dos provedores de acesso banda larga. Hoje, segundo os dados, 3225 municípios têm backhaul.

Queda de balão de projeto de banda larga Google assusta moradores no Piauí

Moradores relatam forte explosão na zona rural de São João da Serra, no norte do estado. Empresa, por sua vez, diz que não houve queda nem explosão, mas uma descida programada. Polícia da cidade, no entanto, diz que os moradores ficaram apavorados e tiveram a sensação de um 'avião caindo'.

Banda larga via satélite terá faixas exclusivas de espectro

Decisão da Anatel reserva de 18,1 a 18,6 GHz e 27,9 a 28,4 GHz para destinação apenas a serviços fixos por satélite. Mas o peso do Fistel, que chega a R$ 201 para cada antena receptora (Vsat) ainda é uma barreira a essa modalidade.

Telebras fará leilão da capacidade de banda larga via satélite

Dos 56 Gbps em banda Ka do satélite geoestacionário, a ser lançado em março, 45 Gbps serão vendidos à iniciativa privada para oferta de acesso a internet em áreas remotas. Estatal terá 11 Gbps para atender governo e pequenos provedores.

Amazônia Conectada busca R$ 70 milhões para seguir em frente em 2017

Boa parte dos recursos será usada na aquisição e implantação de fibra óptica para ampliar a infraestrutura, explica o subchefe do CITEX, do Exército, coronel Eduardo Wolski.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G