NEGÓCIOS

CNI: Um em cada cinco produtos industriais foi importado no Brasil em 2011

Da redação ... 19/03/2012 ... Convergência Digital

Um em cada cinco produtos industriais consumidos no país no ano passado foi importado, informa o estudo Coeficientes de Abertura Comercial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgado nesta segunda-feira, 19/03.

Segundo o documento, a “participação de bens importados no consumo doméstico de produtos industriais alcançou nível recorde em 2011". O coeficiente de ingresso de produtos importados aumentou 2 pontos percentuais, entre 2010 e 2011, alcançando 19,8%. O maior aumento foi verificado no setor de informática, eletrônicos e ópticos, que saiu de 45,4% para 51%, seguido por derivados de petróleo e combustível (de 17,8% para 23,3%); e máquinas e equipamentos (de 32,5% para 36,8%).

De 23 setores pesquisados, oito atingiram os níveis máximos da série histórica do coeficiente de penetração de importações, que começou em 1996. A maior participação de importação foi verificada na extração de carvão mineral (87%); seguida pelos setores de extração de petróleo e gás natural (54,5%); informática, eletrônicos e ópticos (51%); outros equipamentos de transporte (37,3%); e máquinas e equipamentos (36,8%).

A pesquisa também apurou que as exportações de produtos indústriais cresceram em 2011 para 19,8%, dois pontos percentuais acima do registrado em 2010. Mesmo com o aumento, a fatia de participação está abaixo do recorde de 2004, de 22,9%. “A grande maioria dos setores ainda apresenta coeficientes inferiores aos níveis máximos alcançados na década passada, com exceção de extração de carvão mineral e celulose e papel”, informa o documento da CNI. A pesquisa é feita a partir do cruzamento de dados de informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Fonte: Agência Brasil


Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016

Brasília espera R$ 1,6 bilhão de investimentos privados no Parque Tecnológico

“Nossa expectativa é que a partir de fevereiro do ano que vem os interessados em investir já possam adquirir cotas do fundo e as empresas interessadas em se instalar no parque possam assinar seus contratos”, diz o presidente da Terracap, Júlio César Reis. 

Acompanhe a Cobertura Especial do WCIT 2016
Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Brasileira Dinamize desembarca no exterior com a revitalização do email

Empresa investiu R$ 1 milhão para desenvolver um software próprio e chega aos Estados Unidos e Canadá por meio de parceiros locais. Neste momento, negocia um contrato global com o Google.

HP sinaliza fim de reestruturação e HPE nega estar à venda

A antiga HP se transformou em três empresas: a HP Inc., a Hewlett Packard Enterprise e a DXC Technology, todas independentes umas das outras, um movimento que a distancia da rival Dell. TI hibrida é o alvo da nova HPE.

Serviços de TI: Quality mira IPO e compra Premier por R$ 31 milhões

União das duas empresas nacionais amplia a oferta, em especial no sul do país, para gestão de data center, service desk, machine learning e serviços digitais.

Em Brasília, empresa cria novo modelo para vender cartuchos de impressora

No lugar da já tradicional recarga, proposta é oferecer cartuchos recondicionados, que são totalmente desmontados e têm componentes substituídos, mas com preço 40% mais baixo que novos. 



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G