TELECOM

A exemplo do setor elétrico, governo estuda prorrogar concessões de telecom

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/03/2012 ... Convergência Digital

Preocupado com a queda constante do número de assinantes da telefonia fixa oferecida pelas concessionárias, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu uma revisão do modelo, ou mesmo a prorrogação das concessões, diante da tendência de que sobre pouco serviço a ser novamente licitado após 2025.

“Temos que decidir isso logo, não dá para o Estado aguardar até o último ano. O número de clientes diminui, as redes ficam defasadas – e ainda vamos ficar discutindo na Justiça quanto o governo terá que pagar”, afirmou o ministro, que nesta terça-feira, 20/3, participou de audiência na Câmara do Deputados.

Segundo Bernardo, uma das possibilidades seria o governo prorrogar as concessões, a exemplo do que se discute com as empresas de geração, transmissão e distribuição de eletricidade. “Pode haver uma discussão como no setor elétrico, de prorrogar as concessões”, disse o ministro.

No caso do setor elétrico, boa parte das concessões termina em 2015 – pelo menos 30 em geração e cerca de 40 contratos de distribuição. Por isso, o governo já estuda uma mudança na legislação que permita uma nova renovação para aquelas que não mais poderiam fazê-lo.

“As concessionárias perderam 4,5 milhões de assinantes nos últimos quatro anos, enquanto empresas permissionárias, que vendem telefonia junto com TV por assinatura ou Internet, ampliaram a base em 8,5 milhões. Sinal de que as pessoas ainda querem telefonia fixa”, avaliou Paulo Bernardo.

Ao defender a revisão, o Ministério das Comunicações reitera o que vem sendo proposto pela Anatel. O presidente da agência, João Rezende, também quer antecipar essa discussão. “Quanto mais o governo demorar, menor será o valor das concessões”, afirmou Rezende, em dezembro, ao Convergência Digital.


Em 10 dias, operadoras bloqueiam 1 em cada 344 celulares

Sistema que desabilita aparelhos sem identificação internacional IMEI bloqueou até aqui 37 mil celulares no Distrito Federal e em Goiás, menos de 0,3% do total.

Claro e TIM saem na frente na disputa pelos ativos da Cemig Telecom avaliados em R$ 340 milhões

Empresa promete ter o edital de venda pronto até o final de maio. É uma rara oportunidade para a aquisição de ativos de rede no País.

Operadoras começam a bloquear celulares piratas

Nesta terça-feira, 8/5, os telefones móveis sem IMEI válido habilitados a partir de 22/3 recebem as mensagens de que deixarão de funcionar na quarta-feira, 9/5. Os celulares comprados no exterior, desde que certificados na Anatel, vão continuar funcionando, avisa a agência reguladora.

Anatel volta a negar corte no preço na TV paga por exclusão dos canais Simba

Para agência, saída dos canais da Record, SBT e RedeTV! das grades de empresas de televisão por assinatura não é motivo para intervenção nos valores.

EUA e Brasil lideram fuga de assinantes na TV paga

Estudo com 14 países aponta, no entanto, que em oito deles as empresas estão conseguindo aumentar as receitas apesar da redução na base. O Brasil é um deles.

Telebras nomeia Roberto Pinto Martins para a diretoria

Martins, que já foi da Anatel e dos ministérios de Ciência e Tecnologia e das Comunicações, assume a diretoria técnico operacional.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G