Home - Convergência Digital

Aplicativos: Sem lei no Brasil, termo de uso é a única proteção do usuário

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos - 26/03/2012

Para o advogado e presidente do Conselho de Tecnologia da Informação da Fecomércio/São Paulo, Renato Opice Blum, falta clareza para a garantia dos direitos dos usuários de aplicativos móveis. Segundo Opice Blum, hoje, quem determina as regras do jogo é o desenvolvedor do aplicativo. E o especialista lembra: Não há aplicativo gratuito sem interesse em retorno financeiro.

"Não há jurisprudência que proteja os dados pessoais no caso dos aplicativos móveis", observou Renato Opice Blum, que no último dia 21, participou do debate Aplicativos X Privacidade, na Fecomércio/SP. E, hoje, o Termo de Uso - com suas longas páginas, a maioria tem mais de 40 - é a única proteção para o usuário. "Teria sido melhor se antes da explosão do consumo de aplicativos móveis, se tivesse uma regra transparente, mas infelizmente não temos", afirma Opice Blum.

"Hoje quem determina o norte das ações é o desenvolvedor de conteúdo. E temos que lembrar que apesar do aplicativo ser gratuito, há, sim, uma questão de remuneração para o desenvolvedor e há regras de uso. Só que, hoje, faltam modelos claros para definir as responsabilidades", acrescenta o advogado, especializado em Direito Eletrônico. Opice Blum.

Ele observa ainda que, hoje, as pessoas baixam aplicativos sem saber quais dados são coletados e para que serão usados. "Esse é um problema a ser enfrentado", adverte. Assista a palestra de Renato Opice Blum sobre privacidade de dados em aplicativos móveis.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/02/2017
Nova decisão diverge e diz que motorista do Uber tem vínculo trabalhista

14/02/2017
Senado só vota o Marco de Telecom com decisão final do STF

13/02/2017
CGI.br endossa Kassab, para quem franquia na internet é exclusão social

13/02/2017
BNDES cria aplicativo móvel para ampliar carteira de pequenas empresas

13/02/2017
Justiça condena Airbnb a indenizar por "propaganda enganosa" de apartamento

13/02/2017
Governo federal lança ‘Uber’ para funcionários públicos

07/02/2017
App permite verificação de pendências jurídicas ou criminais em SP

06/02/2017
Rio ganha app para acirrar a briga com o UBER

03/02/2017
Justiça do Trabalho diz que não há vínculo empregatício entre motorista e Uber

31/01/2017
Justiça gaúcha derruba sistema estadual para multas eletrônicas

Destaques
Destaques

Tráfego de dados móveis vai crescer cinco vezes no Brasil até 2021

Relatório Cisco Visual Networking revela que, nos próximos cinco anos,  a população global terá mais telefones celulares (5,5 bilhões) do que contas bancárias (5,4 bilhões), água canalizada (5,3 bilhões) e telefones fixos (2,9 bilhões). Redes 5G chegam antes com IoT.

5G pode gerar 22 milhões de empregos no mundo até 2035

Pesquisa mostra que o 5G terá um impacto no crescimento do PIB global em até US$ 3 trilhões de 2020 a 2035.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

VoLTE: Você sabe o que isso vai significar?

Por Luiz Cesar de Oliveira,

Serviços de voz sobre uma rede 4G devem se tornar disponíveis aos consumidores a partir de 2017.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site