NEGÓCIOS

Guerra do ICMS: Estados não cedem e governo adia votação

Convergência Digital ... 04/04/2012 ... Convergência Digital

O projeto que unifica o ICMS interestadual foi retirado da pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Ele seria votado nesta quinta-feira, 04/04, mas não houve acordo na reunião realizada entre governo e Estados. A Fazenda propõe uma alíquota de 4% nacional para encerrar a guerra fiscal, mas os Estados resistem, como é o caso do Rio de Janeiro, que se mostrou 100% favorável ao embate, conforme matéria publicada no Convergência Digital (http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=29891&sid=5).

A decisão de retirar o projeto da pauta da Comissão do Senado foi tomada pela ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e pelo presidente da CCJ, senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Eles disseram que não foi possível chegar a um consenso em torno do assunto, depois de mais de duas horas de reunião, realizada na noite desta terça-feira, 03/04.

Atualmente, nas transações interestaduais o ICMS recolhido é dividido entre o estado de origem da mercadoria e o de destino. A regra também atinge os produtos importados. Nesse caso, o estado de origem é aquele por onde o bem entrou.Em função disso, alguns estados passaram a diminuir a alíquota do ICMS para produtos importados com o objetivo de atrair empresas que se beneficiam dessa medida. Os estados de Goiás, do Espírito Santo e de Santa Catarina estão entre os que reduziram a alíquota para produtos importados. A unificação do ICMS interestadual eliminaria esse dispositivo, mas provocaria perdas para os estados de origem.
 

 


Cloud Computing
Google diz que vai parar de ler mensagens do Gmail

Fim da prática controversa é considerada essencial para impulsionar a venda dos serviços em nuvem para o mercado corporativo. "Estamos encerrando a ambiguidade possível", disse a chefe da divisão de cloud, Diane Greene.

Cobertura Especial do 2º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2017

Telebras desbanca teles e assume rede da Dataprev por R$ 292 milhões

Estatal assume rede que interliga 1,7 mil agências do INSS e data centers no lugar da Embratel, Telefônica, Oi e British Telecom.



Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do evento

Para a Dell, transformação digital dá novo status aos PCs

Empresa refuta a extinção dos PCs e reforça a oferta deles na modalidade de serviços. No Brasil, parceria com integradores é o alvo.

Comissão mantém a intenção de cobrar ICMS do Netflix e WhatsApp

Relator da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, deputado Edmison Rodrigues, PSOL/PA, diz que há a intenção do governo federal de regular e tributar os serviços de valor adicionado.

TOTVS segura a liderança de ERP, mas SAP cresce nas PMEs

Em nenhum lugar do mundo uma empresa local tem mais de 1/3 do mercado como a TOTVS tem aqui", diz o professor Fernando Meirelles, da FGV. Oracle fica distante das rivais.

Investimento em TI resiste à turbulência da economia e da política

Em 2016, a média de aporte ficou em 7,6%, o mesmo percentual registrado em 2014 e 2015. Serviços é o segmento que mais investe em TI com 11%, com os bancos muito à frente, com 14%. Segundo a FGV, TI representa 8% do PIB do Brasil.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G