GESTÃO

RIC: Projeto 'encalha' no Ministério da Justiça

Da redação ... 10/04/2012 ... Convergência Digital

Lançado há mais de um ano pelo Ministério da Justiça, o Registro de Identidade Civil (RIC), que deveria substituir a carteira de identidade de pelo menos 2 milhões de pessoas, ainda não saiu do papel. De acordo com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, um problema de execução no programa prejudicou a emissão dos cartões com chip. “Houve um problema de execução, inclusive do cartão, que, acredito eu, possa ser resolvido em um curto espaço de tempo. Há um atraso nesse programa, mas é justificável”, explicou o ministro. A nova identidade é um cartão magnético, com impressão digital e chip eletrônico, que incluirá informações como nome, sexo, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade e assinatura, entre outros dados. A estimativa do Ministério da Justiça é que a substituição da carteira de identidade seja feita ao longo de dez anos. De acordo com Cardozo, o RIC estava sendo implementado pelo ex-secretário executivo, Luiz Paulo Barreto. Com a troca de comando da secretaria, o programa passará a ser responsabilidade da nova secretária executiva, Márcia Pelegrini, empossada nesta segunda-feira, 09/04. “É um programa complexo, conta com a necessidade de uma pactuação com os estados. Ele [o projeto] andou, mas acho que ainda falta muito.” Em dezembro de 2010, além da cerimônia de lançamento, foram veiculadas campanhas publicitárias em rede nacional de rádio e TV. O objetivo, na época, era implantar o projeto piloto em Brasília, Salvador, Hidrolândia (GO), Nísia Floresta (RN), Rio Sono (TO), no Rio de Janeiro e na Ilha de Itamaracá (PE). Os moradores dessas cidades, contemplados na etapa inicial, seriam escolhidos aleatoriamente e receberiam uma carta indicando a possibilidade de troca do RG pelo RIC. Pelo menos 125 mil pessoas receberiam o RIC nessa primeira etapa. Segundo o ministério, o investimento no primeiro ano alcançaria cerca de R$ 90 milhões. “Pedimos um relatório atualizado para que, diante da saída do Luiz Paulo Barreto, possamos tomar pé da situação e fixarmos um cronograma bastante rígido. Vamos esperar esse relatório para vermos que medidas poderemos tomar”, disse o ministro da Justiça. De acordo com Cardozo, ainda não há previsão para a implantação total do programa nem para a troca das cédulas da carteira de identidade pelo RIC.

*Fonte: Agência Brasil


Carreira
Reforma Trabalhista destrói conquistas da Convenção Coletiva de Trabalho de TI

"É a política de terra arrasada na qual se planeja substituir os trabalhadores que hoje têm carteira assinada por terceirizados, PJs e contratados parciais", afirma o presidente do Sindpd/São Paulo, Antonio Neto.

Governo adota sistema eletrônico para portarias interministeriais

Objetivo é agilizar a tramitação desses documentos graças à análise simultânea por diferentes pastas e será feito a partir de um novo módulo inserido no Sistema Eletrônico de Informações.

eSocial: corram com a qualificação cadastral

Fase de testes para empresas pilotos vai até 30 de junho e os desenvolvedores de soluções precisam estar atentos para as funcionalidades do programa.

Bloco K. ICMS. Nfes e e-Social. Sua empresa está preparada?

Mudanças relevantes na gestão tributária exigem uma adequação fiscal ainda mais rigorosa das corporações em 2017.

STF já julgou 3,5 mil processos ‘virtuais’

Sistema implantado em agosto do ano passado permite a análise e votação nas duas Turmas do Supremo sem a necessidade de reuniões presenciais.

No Brasil, o desktop ainda vence o smartphone no ambiente de trabalho

Na 'disputa' dos equipamentos, os notebooks foram ultrapassados pelos smartphones.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G